Brasil é campeão pan-americano de Canoagem Velocidade

Nivalter Santos, representante brasileiro em Pequim 2008, garantiu mais um ouro para o Brasil / Foto:  Divulgação Nivalter Santos, representante brasileiro em Pequim 2008, garantiu mais um ouro para o Brasil / Foto: Divulgação Rio de Janeiro - O Brasil ficou com o título geral do Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade 2012 encerrado no domingo, dia 22 de Abril, no Estádio de Remo da Lagoa, no Rio de Janeiro. A equipe brasileira terminou a competição com um total de 312 pontos. A Argentina ficou com o vice-campeonato, com 254 pontos. Em terceiro lugar terminou o Chile, que totalizou 235 pontos. 

Depois de três anos, o Brasil voltou a sediar o Pan-americano, que é disputado anualmente.  Durante os três dias de competição na Lagoa Rodrigo de Freitas, cerca de 150 atletas, representando oito países – Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Canadá, Equador, Venezuela e Porto Rico – lutaram por medalhas. A equipe brasileira contou com 43 representantes.

Erlon Silva e Ronilson Oliveira já haviam conquistado a medalha de ouro no primeiro dia do Pan-americano na prova de C2 1000m Sênior, a mesma que competirão nos Jogos Olímpicos Londres 2012. Neste domingo, eles voltaram à raia na Lagoa Rodrigo de Freitas para disputar o C2 200m Sênior. E completaram o dever de casa com louvor. Erlon e Ronilson completaram o percurso em primeiro lugar, com o tempo de 00:40.183. Na segunda posição ficou a dupla formada pelos chilenos Álvaro Raguileo e Johnnathan Quitral (00:42.626) e, na terceira, Anderson Ramos e Ronny Rattia, da Venezuela (00:43.661).

“Cada competição é uma evolução a mais do nosso barco. Esta prova de 200 metros requer mais explosão e nos serve como preparação para as Olimpíadas porque mistura velocidade e resistência”, explicou Ronilson após a vitória. Na torcida, o jovem paulista de São Vicente contou com o apoio da namorada Rafaela.

No início do mês que vem, a dupla seguirá para a Europa, onde disputará as três etapas da Copa do Mundo que acontecerão de maio a junho na Polônia, Alemanha e Rússia. No dia 25 de junho, Erlon e Ronílson ainda terão uma regata na França, e no dia 2 de julho, embarcarão para Portugal, onde farão o período de aclimatação antes dos Jogos Olímpicos.

Quatro ouros - Campeão mundial júnior, o jovem baiano Isaquias Queiroz foi um dos atletas brasileiros que mais brilhou neste Pan-americano. Depois de garantir duas medalhas de ouro no primeiro dia de competição, Isaquias começou o domingo ganhando, disparado, no C1 200m, ao marcar o tempo de 00:43.927.  No C1 5000m, outra vitória. Isaquias marcou 00:23.134, terminando à frente de Chile e Equador. No C2 200m, junto com Gustavo da Silva Santos, Isaquias assegurou a prata (00:47.425) – a dupla vencedora foi a formada pelos venezuelanos Luis Guerra e Jose Miguel Solano, que completou a prova em 00:44.845. No primeiro dia do Pan-americano, Isaquias já havia conquistado as medalhas de ouro nas provas de C1 1000m Júnior e C2 1000m Júnior (ao lado de Braz Moreira Neto).

K1 200m Jr - Ela saiu de Porto Nacional, no Tocantins, para fazer bonito no Campeonato Pan-americano. Aos 16 anos, Ediléia Matos dos Reis garantiu a medalha de ouro para o Brasil na prova K1 200m Júnior com o tempo de 00:51.150. A jovem superou Chile e Argentina, e se surpreendeu com o resultado.

“Não esperava ganhar a prova. Na hora que o meu técnico confirmou que eu havia vencido, eu não acreditei. É uma emoção grande. Esta foi a primeira grande competição que participo. Quero um dia chegar ao Mundial e, quem sabe, a uma Olimpíada. Vou dar o meu melhor para conseguir estes objetivos”, disse Ediléia, que começou na modalidade aos 14 anos, mas somente no ano passado passou a fazer parte da seleção brasileira.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook