As seletivas nacionais da Canoagem Slalom começaram

Mal começou o ano e as remadas dos canoístas brasileiros já estão a todo vapor / Foto:  Divulgação Mal começou o ano e as remadas dos canoístas brasileiros já estão a todo vapor / Foto: Divulgação Foz do Iguaçu - Os melhores atletas do Ranking Nacional de Canoagem Slalom do Brasil estão em Foz do Iguaçu para participarem das seletivas brasileiras que definirão os três atletas de cada categoria oficial – K1M, K1F, C1M e C2 – que ainda terão chances de buscar vagas para os Jogos Olímpicos de Londres.

As seletivas nacionais serão realizadas nos dias 11, 12 e 14 de fevereiro. Cada atleta receberá uma pontuação de acordo com a sua classificação. O pior resultado será descartado, sendo considerado apenas as duas melhores participações para efeito de pontuação. Somente em caso de empate a prova descartada será analisada.

Segundo o Técnico Ettore Ivaldi, as seletivas brasileiras estão sendo de alto nível, principalmente na Categoria K1 Masculino.

“Hoje o Brasil possui 6 caiaques masculinos andando praticamente no mesmo segundo, coisa que nunca aconteceu antes nesse nível de competitividade. Quase todos são atletas de 18/19 anos o que pode deixar o Brasil bastante otimista para os Jogos Olímpicos de 2016. Quanto a Londres, vai ser muito difícil ganharmos dos canadenses, porém está longe de ser impossível e vamos buscar mais essa vaga”.

Para Londres, 60% (sessenta por cento) das vagas já foram definidas no Campeonato Mundial de 2011, que aconteceu em Bratislava, na Eslováquia. As demais vagas foram distribuídas pela Federação Internacional de Canoagem para as disputas continentais. Para o Continente Americano sobraram apenas quatro vagas no total ou uma vaga por categoria, ou seja, no Campeonato Pan-americano de Canoagem Slalom, que será realizado no Canal Itaipu, nos dias 09, 10 e 11 de março do corrente, apenas os primeiros lugares no K1M, K1F, C1M e C2M é que estarão nos Jogos Olímpicos de 2012.

“Esse evento em Foz do Iguaçu é muito importante para o Brasil, pois aqui o País tem reais possibilidades de se classificar para os Jogos Olímpicos de Londres. O Canal Itaipu é a nossa casa, os nossos atletas conhecem profundamente todos os obstáculos da pista e isso é de fundamental importância. Nunca estivemos tão bem preparados para participação em uma seletiva olímpica como agora, graças ao apoio da Itaipu Binacional com a liberação do Canal e do BNDES que vem suportando todos os custos da Equipe Permanente” – relatou o Superintendente da Confederação Brasileira de Canoagem, Argos Gonçalves Dias Rodrigues.

Pelas regras da Federação Internacional de Canoagem, apenas os três barcos indicados antecipadamente pelos países americanos é que poderão estar buscando a vaga olímpica. Dessa forma, no evento em Foz, correrão paralelamente duas provas importantíssimas: uma valendo as vagas olímpicas, outra valendo o título pan-americano.

O Presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner, que também é vice-presidente da Federação Internacional de Canoagem,  explica que as regras são claras, porém causa um pouco de estranheza para aqueles que não são do esporte:

“Se no Campeonato Pan-americano vencer na categoria K1M um atleta brasileiro que não tenha sido um dos três indicado anteriormente pela CBCa, em virtude da participação livre de qualquer interessado, esse atleta será considerado o Campeão Pan-americano porém não terá o direito de participar dos Jogos Olímpicos e nem, tampouco, o Brasil terá garantido a vaga. Para Londres será um evento à parte, valendo apenas para os atletas indicados antecipadamente”.

O quadro de pontuação após os dois primeiros dias encontra-se da seguinte forma:

Cat

Atleta

Assoc

Cidade

Dia 11

Dia 12

Pontos

Status

K1M

Pedro Henrique Gonçalves da Silva

APEN

Piraju – SP

50

50

100

classif

K1M

João Vitor Martins Machado

IMEL

Foz do Iguaçu- PR

41

45

86

-

K1M

Ricardo Martins Taques

ATICA

Tibagi – PR

39

39

78

-

K1M

Anderson dos Santos Oliveira

APEN

Piraju - SP

36

41

77

-

K1M

Gustavo Selbach

ASTECA

Três Coroas - RS

38

38

76

-

K1M

Fábio Schena Dias Rodrigues

IMEL

Foz do Iguaçu

45

0

45

-

K1M

Renan de Oliveira Cunha

APEN

Piraju - SP

37

0

37

-

K1M

Renan Henrique Soares

ATICA

Tibagi - PR

0

37

37

-

K1M

Leonardo Henrique Gonçalves Bueno

ASCAPI

Piracicaba-SP

0

36

36

-

 

 

 

 

 

 

 

 

K1F

Ana Sátila Vieira Vargas

APC

Primavera do Leste-MT

50

50

100

Classif

K1F

Poliana Aparecida de Paula

APEN

Piraju – SP

45

45

90

Classif

 

 

 

 

 

 

 

 

C1M

Cássio Ramon Petry

ASTECA

Três Coroas- RS

50

50

100

Classif

C1M

Leonardo Lucas Curcell

IMEL

Foz do Iguaçu -PR

41

45

86

-

C1M

Felipe Borges da Silva

IMEL

Foz do Iguaçu PR

45

39

84

-

C1M

Charles Fernando Corrêa

APEN

Piraju - SP

38

41

79

-

C1M

Jean Fernando Möller Pereira

ASTECA

Três Coroas - RS

39

36

75

-

C1M

Maicon Henrique de Borba

IMEL

Foz do Iguaçu - PR

37

38

75

-

C1M

Thiago Saldanha Serra

ASCAPI

Piracicaba - SP

0

37

37

-

 

 

 

 

 

 

 

 

C2M

Charles Fernando Corrêa/Cássio Ramon Petry

MISTO

MISTO

50

50

100

Classif

C2M

Cassiano Alfredo Vieira/Wellington Henrique Serafim Munhoz

DEC

São José do Rio Pardo – SP

45

45

90

Classif

C2M

Pedro Henrique Avansi Aversa/Rafael Souza

ASCAPI

Piracicaba – SP

41

41

82

-

C2M

Anderson Henrique Webber/Jean Fernando Möller Pereira

ASTECA

Três Coroas - RS

39

39

78

-



Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook