Brasileiras perdem sua quarta partida e estão eliminado dos Jogos

Seleção feminina de basquete perde para Canadá e não tem mais chances de classificação/ Foto: DivulgaçãoSeleção feminina de basquete perde para Canadá e não tem mais chances de classificação/ Foto: Divulgação

Londres- A seleção brasileira feminina de basquete se despediu da disputa por medalha dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 na fase de grupos nesta sexta-feira, 3 de agosto, ao sofrer sua quarta derrota consecutiva na competição. Após perder para França, Rússia e Austrália, a equipe comandada por Luís Claudio Tarallo caiu diante do Canadá por 79 a 73 (39 a 25) e, em último lugar no Grupo B, sem nenhum ponto conquistado a apenas um jogo do fim da primeira fase, não tem mais chances de classificação - os quatro primeiros colocados avançam no torneio. Na partida de despedida, as brasileiras encaram a Grã-Bretanha, no domingo, 5 de agosto.
 
 “É muito triste não termos conseguido essa vaga. Esse grupo trabalhou muito, não faltou empenho, estudo nem treinamento. Foi uma sequência muito dura, estivemos sempre atrás no placar durante as partidas e isso é um desgaste muito grande”, analisou Tarallo. “O grupo sentiu muito esse primeiro tempo ruim contra o Canadá, conversei com elas no intervalo tentando mexer com o emocional e até deu certo, mas faltou força para sustentar a reação. Acho que conseguimos jogar de igual para igual com elas, mas ainda não temos força suficiente para vencer”.
 
O primeiro quarto do duelo desta sexta começou com as duas equipes cometendo muitos erros, mas as canadenses conseguiram aproveitar melhor as falhas do time brasileiro para largar na frente, abrindo quatro pontos. O Brasil ameaçou equilibrar o jogo e chegou a empatar em 8 a 8, mas depois de uma sequência ruim no ataque viu as rivais dispararem novamente. A cinco segundos do fim, o Canadá chegou a dez pontos de frente e fechou em 18 a 8.
 
Melhor no início do segundo quarto, a equipe de Tarallo contou com a boa atuação de Silvia e Clarissa para reduzir a desvantagem para cinco pontos (15 a 20), mas logo voltou a abusar dos erros e permitiu que as canadenses, comandadas por Phillips e Smith, deslanchassem novamente, vencendo o período por 21 a 17 e fechando o primeiro tempo com 39 a 25 no placar.
 
O terceiro quarto marcou o início da recuperação do Brasil: Érika, cestinha do jogo com 22 pontos e ainda 12 rebotes anotados, apareceu para liderar a reação da equipe, que a três minutos do fim encostou em 50 a 46. A diferença caiu para apenas um ponto e as brasileiras ainda poderiam ter virado se Adrianinha não tivesse errado um arremesso de três a um 1min19 do fim. Nos segundos finais, a equipe segurou as canadenses e os próprios nervos para vencer um quarto pela primeira vez, em bela jogada de Joice que Clarissa completou: 28 a 16.
 
Perdendo por 55 a 53, o Brasil partiu para o tudo ou nada no último quarto e assumiu a liderança pela primeira vez após um lance livre de Clarissa: 56 a 55. As canadenses, no entanto, se mantiveram firmes e voltaram à frente com uma bola de três de Courtnay Pilypaitis a cinco minutos do fim, abrindo 70 a 63 na sequência. O jogo foi parelho até o fim, mas o Canadá não perdeu mais a liderança, fechando o período em 24 a 20 e o jogo em 79 a 73.
 
 “Trabalhamos muito duro e lutamos até o fim, mas agora não adianta chorar pelo leite derramado. Fizemos um primeiro tempo muito ruim e o que podemos fazer agora é estudar o que aconteceu para não repetir esses erros. Nos Jogos Olímpicos o nível é muito alto e quem errar menos, vence. Nós erramos muito e perdemos, é simples”, disse Clarissa, um dos destaques do time brasileiro ao lado de Érika. “Não entramos para esse jogo cabisbaixas por causa das outras derrotas. Depois da última partida, levantamos a cabeça porque sabemos que cada jogo é um jogo. Infelizmente não deu, mas fica o aprendizado e o crescimento que vamos levar daqui”.
 
Após quatro partidas, Brasil ocupa a última posição no quadro de classificação. A Austrália e a Rússia lideram o Grupo B, ambas com 7 pontos e três vitórias, seguidas pela França e pelo Canadá, ambos com 6 pontos (as francesas, entretanto, ainda jogam na rodada). Brasil e Grã-Bretanha não venceram  nenhuma partida e não têm pontos somados.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook