Com sorteio realizado na sede do COB, basquete define adversários em Londres | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Com sorteio realizado na sede do COB, basquete define adversários em Londres

Oscar participa do sorteio das chaves / Foto: Wander Roberto / CBBRio de Janeiro - A Federação Internacional de Basquete (Fiba), com o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), realizou nesta segunda-feira, dia 30, no Rio de Janeiro, o sorteio dos grupos dos torneios masculino e feminino de basquete dos Jogos Olímpicos Londres 2012. Esta foi a primeira vez na história que um sorteio de grupos de uma modalidade olímpica foi realizado em território brasileiro. O sorteio foi realizado no auditório do COB.

O Rio de Janeiro foi escolhido pela Fiba pelo bom momento do país no cenário internacional e pelo fato da cidade ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Além do sorteio das chaves de Londres 2012, a Fiba realizou a reunião de seu Comitê Executivo no Rio de Janeiro. "Este é um momento histórico para o Brasil. O COB está muito honrado em poder receber esse evento, com alcance mundial. Além do reconhecimento da Fiba ao esporte brasileiro, certamente esta foi mais uma grande oportunidade para demonstrar ao mundo a importância que o Brasil tem hoje no cenário esportivo internacional", afirmou o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

 

Estiveram presentes ao sorteio o presidente da Fiba, Ivan Mainini; o secretário geral da entidade e membro do Comitê Olímpico Internacional, Patrick Baumann, o secretário geral emérito da Fiba, Borislav Stankovic, além dos demais membros do Comitê Executivo da entidade; o presidente da Confederação Brasileira de Basquete, Carlos Nunes; além de atletas que ajudaram a construir a história do basquete brasileiro, como Erika Souza, Hortência Marcari, Janeth Arcain, Magic Paula, Marcelinho Machado, Oscar Schmidt e Wlamir Marques, que participaram do sorteio dos grupos.

"É sempre um prazer estar no Rio de Janeiro e agradeço ao COB por nos receber. Além deste sorteio, estamos realizando importantes reuniões do nosso Comitê Executivo na cidade", disse o presidente da Fiba, Ivan Mainini, feliz em ver nomes importantes do basquete brasileiro no sorteio. "Quando vejo grandes atletas como os que estão aqui, vejo que fazemos um trabalho muito importante para o futuro da juventude mundial", completou Mainini.

O secretário geral da Fiba, Patrick Baumann, destacou a realização do sorteio no Brasil. "O basquete brasileiro tem grande importância no cenário internacional, além de bastante tradição, tanto é que está classificado para os torneios masculino e feminino. Além disso, o Rio receberá os Jogos Olímpicos de 2016", explicou Baumann. "Estamos entre amigos, conhecidos e grandes atletas que fizeram e fazem muito pelo basquete internacional", disse o membro do COI.

No torneio feminino, o primeiro a ser definido pelo sorteio, o Brasil ficou no Grupo B, com Austrália, Grã-Bretanha, Rússia e mais duas equipes que se qualificarão no Pré-Olímpico Mundial, em Ankara, na Turquia, no fim de junho. O Grupo A é formado por Estados Unidos, China, Angola e mais três seleções ainda indefinidas. "Austrália e Rússia são as favoritas aos primeiros lugares do nosso grupo, o que acho bom para o Brasil. Assim a gente pode jogar sem tanta pressão. Só depende de nós", disse Erika, pivô do Perfumerias Avenida, da Espanha. O basquete feminino brasileiro está evoluindo bastante desde a chegada da Hortência à Confederação Brasileira. E isso me dá confiança para fazer o possível para alcançar um bom resultado nos Jogos Olímpicos", completou a pivô, que já disputou os Jogos Olímpicos Atenas 2004, quando o Brasil alcançou a quarta colocação.

No masculino, o Brasil também ficou no Grupo B, com Espanha, Austrália, China, Grã-Bretanha e mais uma equipe a ser definida no Pré-Olímpico Mundial, em Caracas, na Venezuela, de 2 a 8 de julho. No Grupo A, ficaram Estados Unidos, França, Argentina, Tunísia e mais duas seleções ainda não definidas. "Em esporte nunca dá certo escolher adversários e serão todos jogos muito difíceis", disse o tricampeão pan-americano Marcelinho Machado. "A nossa vantagem, após o sorteio, é que já temos quatro equipes definidas no nosso grupo, sem precisar esperar pelo Pré-Olímpico Mundial. Assim, já podemos iniciar a preparação específica para enfrentar cada um desses adversários", completou Marcelinho.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook