Acertando os últimos detalhes do basquete feminino | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Acertando os últimos detalhes do basquete feminino

Basquete feminino apara arestas nos treinos para estreia contra a França/ Foto: DivulgaçãoBasquete feminino apara arestas nos treinos para estreia contra a França/ Foto: Divulgação

Londres- Sob os olhares atentos de Hortência, atual diretora de seleções da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), as meninas do Brasil realizaram na tarde desta terça-feira, 24 de julho, no Crystal Palace, mais um treinamento antes da estreia em Londres 2012, neste sábado, 28 de julho, contra a França. É chamada fase de polimento, para que o técnico Luís Claudio Tarallo ensaie exaustivamente os últimos detalhes. A armadora Adrianinha acredita num bom padrão de jogo da equipe já diante das francesas.
 
“Faltam ajustar os detalhes para a estreia nos Jogos. Na parte física estamos fazendo apenas a manutenção. Além disso, o Tarallo está corrigindo as jogadas que deram errado nos amistosos. Espero que contra a França já estejamos no ponto que ele deseja, com as jogadas bem ensaiadas para conseguirmos uma vitória”, salientou Adrianinha.
 
Para a pivô Érika, o grupo está focado na estreia nos Jogos de Londres e o amistoso desta quarta-feira, 24 de julho, contra a Croácia, será o apronto final para a equipe brasileira.
 
“Não temos muito tempo para fica pensando no que passou. Estamos preparadas para fazer um bom amistoso e conseguir a vitória no sábado. Quero ajudar minhas companheiras dentro de quadra a conquistar uma medalha para o Brasil”, disse Érika.
 
O técnico Luís Claudio Tarallo confessou que estuda novas alternativas para o esquema de jogo em função do adversário que tiver pela frente. Segundo ele, não adianta colocar determinada jogadora numa função na qual não se sinta confortável.
 
“Ela só vai conseguir atuar bem se for dentro das características dela. Na realidade, estou optando por um esquema com duas armadoras, às vezes com três ou duas pivôs. Tudo dependerá do adversário. Algumas tem a característica do chute e outras têm a do corte. Aí é que temos que encaixar a equipe”, explicou Tarallo.
 
O técnico brasileiro revelou que deverá testar outras formações no amistoso desta quarta contra a Croácia. A intenção é dar sequência de jogos para as meninas. Segundo ele, o foco está em Londres, mas o pensamento já alcança os Jogos Olímpicos Rio 2016.
 
“Evidentemente que o trabalho é para os Jogos de 2012, mas desde a convocação já estamos pensando em 2016. Além de resgatar algumas atletas com mais idade, como é o caso da Karla (armadora de 34 anos), quis pinçar jogadoras jovens para ver como funciona e ganhar experiência”, ponderou Luis Cláudio Tarallo. 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook