Brasileiros conquistam prata inédita na Jamaica | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Brasileiros conquistam prata inédita na Jamaica

Os brasileiros Victor Moretti, Gustavo Pupo, Leonardo Alkimin e Lucas Alves. Na parte de baixo,  Lohaynny Vicente, Ana Paula Campos, Miriã Silva e Luana Ta fizeram história na Jamaica / Foto: DivulgaçãoOs brasileiros Victor Moretti, Gustavo Pupo, Leonardo Alkimin e Lucas Alves. Na parte de baixo, Lohaynny Vicente, Ana Paula Campos, Miriã Silva e Luana Ta fizeram história na Jamaica / Foto: DivulgaçãoJamaica - Nessa terça-feira, dia 26 de julho de 2011, em Kingston, capital da Jamaica, a Seleção Brasileira de Badminton Júnior conquistou a inédita medalha de prata na competição por equipes do Pan Americano Jr. 

Os jogos começaram no dia 24 de Julho, domingo, quando o Brasil foi derrotado pelo Canadá por 3 jogos a 2 na estréia do Grupo C. No mesmo dia, o selecionado nacional enfrentou e derrotou Porto Rico por 4 a 1, garantindo sua participação nas quartas de final.

No dia 25, o Brasil tinha pela frente um forte rival, o Peru, equipe que jamais havia sido derrotada por brasileiros nessa competição. A disputa de dupla mista abriu o confronto, com o embate entre Victor Moretti e Luana Tamara contra Gonzalo Duanny e Micaela Rivero. Em uma disputa emocionante, Duanny e Rivero venceram no game final por 25 a 23, garantindo o primeiro ponto para os peruanos.

Felizmente, esse seria o último ponto que nossos vizinhos sul americanos marcariam. O jogo seguinte foi de Lohaynny Vicente contra Luz Maria Zornoza e Lohaynny simplesmente não deu chances a sua adversária, marcando 21-11 e 21-10 para empatar o confronto.

Na sequência, Victor Moretti voltou a quadra para encarar Ignácio de Vinatea. A vitória era de fundamental importância pela pressão que colocaria na equipe derrotada e Moretti conseguiu virar a partida depois de perder a primeira parcial e venceu por 18-21, 21-14 e 21-14, deixando o Brasil a uma vitória da semifinal. A tarefa de classificar o Brasil ficou para Lucas Alves e  Leonardo Alkimin, frente a Pablo Aguilar e Gonzalo Duanny, que mais cedo tinha vencido na DX. Porém, dessa vez ele não foi capaz de parar os brasileiros e o placar de 23-21 e 21-18 garantiu a primeira vitória verde amarela no Pan Americano Jr sobre os peruanos e a classificação para encarar os Estados Unidos na semi.

Após o inédito triunfo sobre o Peru, a Seleção Brasileira de Badminton teve pela frente outro indegesto confronto, dessa vez contra o forte time dos Estados Unidos, campeão na edição de 2010.

Novamente Victor Moretti e Luana Tamara abriram as disputas na mista. Após vencer o primeiro game por 23 a 21, infelizmente foram derrotados nos outros dois por 21-06 e 21-17, o que deu o primeiro ponto para os estadunidenses.

A disputa seguinte foi a simples feminina e mais uma vez Lohaynny Vicente mostrou a sua qualidade ao bater Christine Chen por um duplo 21-16, empatando o marcador do duelo em 1 a 1. Em seguida, foi a vez de Lucas Alves e Leonardo Alkimin repetirem a parceria contra Jeffrey Kuo e Brandon Chi, que acabaram vencendo os brasileiros, colocando os americanos na frente.

Com esse quadro, os brasileiros teriam que ganhar os dois confrontos restantes. O primeiro foi da dupla feminina, com as irmãs Lohaynny Vicente e Luana Tamara, cuja dupla é a 83ª no ranking mundial frente a Samantha Li e Cláudia Hardi. A condição de favoritas não pesou e o ponto veio para o Brasil após a vitória por duplo 21-18.

Confronto empatado em 2 a 2 e a simples masculina decidiria o vencedor. De um lado Victor Moretti, do outro Randy Ma com a responsabilidade de dar a vaga aos Estados Unidos, que assim como o Peru, jamais tinham sido batidos por uma equipe brasileira.

Contudo, parece que nessa edição a delegação do Brasil estava pronta para quebrar paradigmas. Com isso, Morettinho passou por cima de Ma, marcando 21-19 e 21-15, classificando a Seleção para uma final inédita.

Na final, novo confronto com o Canadá, dessa vez, pela medalha de ouro. Assim como na primeira partida, a dupla mista começou a batalha. Pelo Brasil, mais uma vez Victor Moretti e Luana Tamara se uniram para encarar Clinton Wong e Kacey Tung. Na primeira rodada do Grupo C, os canadenses venceram Leonardo Alkimin e Ana Paula Campos por 21-08 e 21-13. Todavia, na final, viram Victor e Luana os derrotarem por 21-16, 16-21 e 21-17. Brasil 1 a 0 na decisão. Infelizmente, esa vitória terminaria sendo a única brasileira nesse confronto.

Na simples feminina, Lohaynny Vicente não resisitiu a Bethany So e caiu em games diretos (21-13 e 21-09), sendo que na abertura do torneio foi a canadense quem acabou caindo.

Em seguida, Victor Moretti reencotrou Nyl Yakura, que em 2010 venceu todos os seus jogos na Sub 19. No primeiro confronto entre ambos, Yakura venceu de forma apertada. Na decisão o triunfo veio com mais facilidade, macando 21-15 e 21-07.

Os canadenses venciam por 2 a 1 e Lucas Alves e Leonardo Alkimin tinham que vencer para manter o Brasil na disputa. Eles encaram Andrew Wilkison e Andrew Lau. O primeiro game foi vencido pelos brasileiros por 21-19. Para o azar nacional, a dupla de Andrews não deixou barato e venceu a segunda parcial por 21 a 11. No game decisivo, os canadenses foram melhores e fecharam a partida e o confronto pro 21 a 8, anotando o 3º ponto do Canadá, dando-lhes o título. Para a Seleção Brasileira ficou a inédita prata, que mesmo sendo um baita clichê, teve sabor de ouro.

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook