Tiago Camilo perde o bronze

Judoca, que já tem duas medalhas olímpicas, é derrotado por um yuko/ Foto: Washington Alves/AGIF/COBJudoca, que já tem duas medalhas olímpicas, é derrotado por um yuko/ Foto: Washington Alves/AGIF/COB 

Londres- O sonho de Tiago Camilo de conquistar sua terceira medalha olímpica chegou ao fim. O judoca perdeu o bronze para o grego Ilias Iliadis, líder do ranking na categoria médio (- 81kg)  na tarde desta quarta-feira, 1º de agosto, no Excel Center. Dono de uma prata em Sydney 2000 e de um bronze em Pequim 2008, Tiago sai dos Jogos Olímpicos Londres 2012 decepcionado.

 

“Nunca tinha saído sem medalha, então esse momento está sendo muito duro para mim. Depois de Pequim, o trabalho foi árduo até aqui. Agora é descansar e tomar as decisões necessárias na hora certa”, disse Tiago, que aos 30 anos não pensa em aposentadoria e afirmou que vai tentar a classificação para os Jogos Olímpicos Rio 2016. “Tenho prazer em lutar e representar o meu país. Enquanto tiver essa paixão de lutar, vou continuar”.
 
O judoca estreou bem na competição, vencendo o ucraniano Roman Gontiuk e o italiano Roberto Meloni com ippons nas duas primeiras lutas. Nas quartas de final, derrotou o uzbeque Dilshod Choriev por um yuko.
 
Na semifinal, um wazari no primeiro minuto de luta e um yuko logo em seguida renderam a primeira derrota de Tiago, para o sul-coreano Dae-Nam Song. O judoca brasileiro ainda conseguiu um yuko sobre o adversário, mas não reverteu o resultado e foi para a disputa do bronze com Ilias Iliadis. O grego venceu por um yuko, resultado não de um golpe, mas de duas punições por falta de combatividade sofridas por Tiago.
 
“Foi uma luta dura com o coreano. Com o Ilias, houve as punições. O que me dá prazer é buscar o ippon, procuro lutar sempre no meu estilo, que é esse. Mas com todo mundo jogando com o regulamento, nem sempre é fácil. Agora já foi”, disse o judoca.
 
Ao fim do quinto dia do judô, o Brasil tem uma medalha de ouro, de Sarah Menezes, e uma de bronze, de Felipe Kitadai, conquistadas no primeiro dia de competição. Amanhã, pelos meio-pesados, Luciano Correa (-100 kg) enfrenta Oumar Kone, de Mali, e Mayra Aguiar (- 78 kg), líder do ranking, luta com Hana Mareghni, da Tunísia. Na sexta, pelos pesados, Rafael Silva (+ 100kg) luta com o islandês Thormodur Jonsson e Maria Suelen Altheman (+ 78kg) enfrenta a francesa Anne-Sophie Mondiere.