Brasil conquista prata em Copa das Nações 5 estrelas nos EUA

União faz a força: equipe brasileira a postos no CSIO5* de Ocala / Foto: DivulgaçãoUnião faz a força: equipe brasileira a postos no CSIO5* de Ocala / Foto: Divulgação

Estados Unidos - Na primeira participação brasileira em uma Copa das Nações da temporada 2018, o Time Brasil de Salto fez bonito. Nesse domingo, dia 18 de fevereiro, fechou o GP, a 1.60 metro, disputado em duas voltas com 16 pontos perdidos, resultado que garantiu a medalha de prata ao quarteto brasileiro liderado por Pedro Paulo Lacerda, chefe de equipe e diretor de Salto da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).
 
A equipe brasileira foi representada pelo Rodrigo Lambre / Coleman (0/4), Yuri Mansur / Inferno - (0/4), Felipe Amaral / Premiere Carthoes BZ - (8/0) e Fabio Leivas. Pedro Muylaert também competiu em Ocala e foi o reserva na Copa das Nações. A disputa com estrelas 5 (nível máximo) teve excelente premiação de U$ 400 mil e percursos idealizados pela renomada course-designer internacional brasileira Marina Azevedo. 
 
Conforme a regra, a cada rodada, as equipes têm direito a descarte do pior resultado. O forte time do Canadá faturou ouro com Ian Millar / Dixson (0/0), Eric Lamaze / Coco Bongo (0/0), Francois Lamontagne / Chanel du Calvaire - (5 descarte/4) e Tiffany Foster / Brighto - (4/16 descarte) totalizando 8 pontos. Duas equipes chegaram empatadas em 3º lugar totalizando 24 pontos perdidos: EUA e Irlanda. A Alemanha foi 5ª colocada e o México chegou em 6º, respectivamente, totalizando 32 e 40 pontos perdidos.
 
A próxima Copa das Nações em solo norte-americano com o Brasil em pista será na 8ª das 12 semanas do Winter Equestrian Festival no CSIO4* no Palm Beach International Equestrian Center, em Wellington, em 3/3.
 
Para o hipismo mundial, o ano de 2018 tem seu ápice com os Jogos Equestres Mundiais realizados a cada quatro anos e que chegam a sua 8ª edição entre 11 e 23 de setembro, em Tryon, Carolina do Norte (EUA). O melhor resultado das equipes do Brasil na competição foram dois quartos lugares: 1994 em Haia, na Holanda e 2010 em Lexington, EUA, e na última edição na Normandia, França, o Time Brasil fechou em 5º lugar.
 
Aos 19 anos, em 1998 na Itália, Rodrigo Pessoa foi campeão mundial. A disputa em Copa das Nações e outros GPs de 3*, 4* e 5* no 1º semestre de 2018 faz parte do processo de preparação e observação para formação para equipe brasileira nos Jogos.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

Rio 2016

Hortência dá conselhos ao filho:  "Vila Olímpica é disneylândia sexual"

{vimeo}152147861{/vimeo}

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook