Brasil fecha fase classificatória no handebol contra Montenegro

Partida irá definir a posição da equipe da casa na fase classificatória e também o cruzamento das quartas de final / Foto: Inovafoto/Photo&GrafiaPartida irá definir a posição da equipe da casa na fase classificatória e também o cruzamento das quartas de final / Foto: Inovafoto/Photo&Grafia

Rio de Janeiro - Já classificada para as quartas de final dos Jogos Olímpicos, a Seleção Feminina de Handebol ainda tem mais um compromisso pela fase classificatória. Neste domingo (14), enfrenta Montenegro, às 9h30, na Arena do Futuro, para definir a posição da equipe no grupo.
 
O Brasil conta com três vitórias em quatro rodadas, somando seis pontos, e briga pela liderança da chave A, já as montenegrinas ainda não venceram nenhuma partida e não têm mais chance de avançar no campeonato. 
 
Somente ao final da rodada de amanhã, as donas da casa irão conhecer quem irão enfrentar na próxima fase, pois dependem dos resultados do dia de ambos os grupos. Como sempre costumam ressaltar, tanto o técnico Morten Soubak quanto as atletas, não existe adversário fácil nestes Jogos Olímpicos, e em qualquer cruzamento que venha pela frente, toda atenção é pouco. 
 
Para Ana Paula, central que tem tido um desempenho excepcional nos duelos do Brasil nessa primeira fase, o time precisa dar um passo de cada vez e focar em Montenegro antes de projetar as quartas de final. "Ainda não estou pensando nas quartas. Ainda temos mais um jogo desse grupo, então, é melhor deixar para pensar nisso depois. Qualquer equipe que vier vai ser difícil e temos que jogar para ganhar", confirmou a atleta maranhense. 
 
A armadora Duda Amorim também diz que não da para escolher oponente do outro lado, por isso, o que importa para o Brasil agora é vencer todos os duelos. "Nem temos acompanhado a classificação do outro grupo. Não dá para escolher adversário. Independente de quem venha, temos que ganhar amanhã e depois também", resumiu. 
 
Morten Soubak volta a destacar o equilíbrio da modalidade nesta edição dos Jogos e disse que o Brasil precisa estar preparado para tudo. "Aqui 11 equipes podem ganhar medalha olímpica. Não tem ninguém para escolher um cruzamento mais fácil. Isso é muito positivo para o handebol feminino, que me parece a única modalidade com tantas equipes com capacidade para ganhar. No nosso pensamento não existe equipe melhor ou pior para cruzar. Vamos preparar todas as possibilidades após o jogo contra Montenegro amanhã", encerrou. 
 
Tabela e resultado do grupo A
 
Sábado (6)
Brasil 31 x 28 Noruega
Montenegro 19 x 25 Espanha 
Romênia 19 x 23 Angola 
 
Segunda-feira (8)
Espanha 24 x 27 Noruega 
Brasil 26 x 13 Romênia
Angola 27 x 25 Montenegro 
 
Quarta-feira (10)
Brasil 24 x 29 Espanha
Romênia 25 x 21 Montenegro 
Noruega 30 x 20 Angola 
 
Sexta-feira (12)
Brasil 28 x 24 Angola
Romênia 24 x 21 Espanha 
Montenegro 19 x 28 Noruega 
 
Domingo (14)
9h30 - Brasil x Montenegro
16h40 - Noruega x Romênia 
19h50 - Espanha x Angola 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook