Seleções mantêm constância nas notas em competição

Brasileiras do individual e do conjunto estão em preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro / Foto: DivulgaçãoBrasileiras do individual e do conjunto estão em preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro / Foto: Divulgação

Alemanha - As Seleções de Ginástica Rítmica estão em ritmo forte de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Cada vez melhores nas competições, as brasileiras seguem mantendo as boas notas dentro do tablado.
 
No Berlim Master, na Alemanha, que foi realizado no Max-Schmeling-Halle e encerrado neste domingo (3), o conjunto do País esteve em duas finais. Pelo individual, Natália Gaudio está ainda mais segura por um bom resultado no Rio 2016.
 
Nas decisões de hoje, o conjunto, com Beatriz Pomini, Emanuelle Lima, Francielly Machado, Gabrielle Silva, Jéssica Maier e Morgana Gmach, somou 16,850 pontos nas cinco fitas. As brasileiras ficaram na quarta colocação, à frente da Ucrânia, uma das potências da modalidade, com 16,650. O campeão foi o Japão, com 17,900. No arco e maças, o conjunto do Brasil fez 16,700 e ficou em quinto. As ucranianas foram as medalhistas de ouro, com 18,050. 
 
"As meninas foram bem e conseguiram ter estabilidade nas duas séries da classificatória e também nas duas séries das finais, sem grandes falhas. Isso mostra que estamos no caminho certo", elogiou a técnica Camila Ferezin. Nas qualificatórias, as ginastas conquistaram 16,700 pontos nas cinco fitas e 16,800 na coreografia de arco e maças.
 
Pelo individual, Natália Gaudio também continua mantendo a constância nas pontuações. No primeiro dia de classificatórias, na sexta-feira (1), fez 15,900 no arco e 16,450 na bola. Ontem, as notas foram 16,500 nas maças e 16,100 na fita. A brasileira ocupou a 17ª colocação no geral. 
 
Para a capixaba, a sensação foi de dever cumprido. "Estou muito feliz com as minhas apresentações. Sempre é uma ótima oportunidade para nos testarmos e prepararmos cada vez mais para os Jogos Olímpicos. A cada competição me sinto mais segura dentro de quadra", ressaltou a ginasta, treinada por Monika Queiroz.
 
Da Alemanha, o conjunto embarca para a Rússia para a Copa do Mundo de Kazan, no próximo fim de semana. Já Natália e Monika retornam para Vitória (ES) para dar sequência aos treinamentos.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook