Sesc RJ luta por vaga na 15ª semifinal seguida de Superliga

Equipe carioca espera repetir a boa atuação da última terça para seguir na luta pelo título / Foto: Divulgação/Sesc RJEquipe carioca espera repetir a boa atuação da última terça para seguir na luta pelo título / Foto: Divulgação/Sesc RJ

Rio de Janeiro - Em sua 22ª temporada, o Sesc RJ carrega consigo uma grande experiência em decisões na Superliga Cimed Feminina. E na temporada 18/19, o histórico do maior vencedor da competição voltou a ser colocado a prova. 
 
Diante do Sesi Bauru, o time comandado pelo técnico Bernardinho promete entrar em quadra com sangue nos olhos no confronto decisivo desta terça-feira (26.03), às 21h30, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Uma vitória representa a manutenção de uma escrita: sempre se classificar às semifinais da Superliga. A série, melhor de três partidas, está empatada em 1 a 1 e quem vencer avança na competição.
 
Apontada como a responsável pela subida de patamar do Sesc RJ na competição, principalmente pela estabilidade que dá ao fundo de quadra do time, a ponteira Drussyla resume em poucas palavras o sentimento que ela e suas companheiras levarão para a quadra nesta terça.
 
“Como a série está empatada, acho que esse jogo vai ser muito mais difícil do que foram os primeiros. Temos que manter a postura da última partida. Precisamos jogar com coração, entrar com sangue nos olhos. A partir de agora, todos os jogos precisam ser tratados assim, como se fosse o último, como se fosse uma final”, disse Drussyla.
 
Em seu primeiro playoff vestindo a camisa do Sesc RJ, a líbero Gabi também destacou a postura apresentada pelo time no jogo da última sexta, quando empatou a série das quartas, como fator determinante para ter conquistado a vitória. Agora, o desafio é conseguir manter a concentração e seguir todas as determinações de Bernardinho.
 
“Da primeira para a segunda partida da série, mudou totalmente nossa postura e a forma como entramos dentro de quadra. Isso foi fundamental para vencermos na sexta. Agora precisamos manter o foco no que precisa ser feito, no que estudamos. Entramos numa fase que não podemos mais oscilar, pois isso custará muito. Vamos para esse jogo muito determinadas e bem concentradas. Só assim para sairmos com o resultado que queremos”, finalizou Gabi.
 
Ingressos - O ingresso para a partida entre Sesc RJ e Sesi Bauru será a troca de 2 kg (dois quilos) de alimentos não perecíveis, realizada no Tijuca Tênis Clube, a partir de 19h30 desta terça-feira (26.03). Os donativos serão revertidos para instituições de assistência social previamente cadastradas no Mesa Brasil Sesc no estado do Rio de Janeiro.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook