Sesc RJ inicia 2019 contra Camburiú

Equipe carioca vai até Santa Catarina enfrentar estreante na Superliga Cimed nesta terça-feira / Foto: Divulgação/Sesc RJEquipe carioca vai até Santa Catarina enfrentar estreante na Superliga Cimed nesta terça-feira / Foto: Divulgação/Sesc RJ

Rio de Janeiro - Depois da parada para as festas de final de ano, a Superliga Cimed Feminina 18/19 voltou com força total. E o Sesc RJ, maior campeão da história da competição, fará sua primeira apresentação do ano diante de um estreante, o Balneário Camburiú, em Santa Catarina, nesta terça-feira (08.01), às 20h. 
 
Com 16 pontos em nove jogos, o time carioca ocupa a quarta posição na tabela de classificação da competição e precisa da vitória para continuar lutando pelos primeiros lugares.
 
Em sua primeira temporada no Brasil, Tatiana Kosheleva passou o Réveillon na praia de Copacabana. Acostumada ao gelo russo, a ponteira não escondeu o encanto pelo calor humano que encontrou no Rio de Janeiro. Um dos motivos para ela querer um 2019 muito vitorioso.
 
“Tive a oportunidade de ir para a Rússia, mas eu e meu marido decidimos ficar para celebrar o Ano Novo aqui. Nossa família veio da Rússia nós conhecemos o espetáculo em Copacabana. Foi incrivelmente lindo! Muito diferente de tudo o que já havia vivido! Vou me lembrar dessa celebração para o resto da vida! Agora, com toda essa energia, sigo firme com meus planos e metas. Estou muito confiante que 2019 será de sucesso para nós. E já estamos trabalhando muito duro para voltarmos bem”, revelou Kosheleva.
 
Se o lugar na tabela de classificação não condiz com a tradição do Sesc RJ, a jogadora do elenco que mais defendeu a equipe sabe que pode prometer um voleibol mais eficiente para os fãs em 2019. E que seja logo já na primeira partida do ano.
 
“Podem esperar muito do Sesc RJ para 2019. Terminamos o último ano mostrando um crescimento, nos aproximando da verdadeira cara do nosso time. Convivemos com problemas de lesão, com pouco tempo de treinamento e vivemos um início de temporada instável. Mas fomos trabalhando muito e pude ver a evolução da equipe a cada dia. Mostramos nas últimas partidas muita garra e menos erros. Voltamos a ser aquele time que luta muito por cada ponto. E será esse Sesc RJ que retornará agora. Um time com atitude e que vai buscar a vitória em todos os jogos”, apostou a levantadora e capitã Roberta.
 
Veja Também: 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook