Vôlei Osasco-Audax enfrenta o Hinode Barueri nesta terça-feira em jogo adiado

Mari e Camila Brait   / Foto: João Pires / FotojumpMari e Camila Brait / Foto: João Pires / Fotojump

Osasco - Vôlei Osasco-Audax e Hinode Barueri retomam nesta terça-feira (4) a partida interrompida na última sexta-feira (30/11) devido a forte chuva que provocou várias goteiras e quedas de energia no ginásio José Correa, em Barueri. 
 
O jogo será novamente na casa do adversário, a partir das 21h30, com transmissão do Sportv 2. O duelo é válido pela quinta rodada da Superliga e, quando foi paralisado, a equipe comandada pelo técnico Luizomar vencia por 1 set a 0.
 
A expectativa entre jogadoras e comissão técnica do Vôlei Osasco é retomar a partida contra o Hinode Barueri com a mesma pegada apresentada na sexta-feira. "Foi uma pena o jogo ter sido interrompido. Trabalhamos forte nos treinamentos, depois de duas derrotas seguidas, e o time estava apresentando bom volume, com poucos erros no primeiro set. Vamos voltar à quadra com a mesma vontade e garra para vencer a partida", afirma o técnico Luizomar. 
 
Para a capitã Walewska, o importante é o time se manter focado. “É sempre ruim não terminar uma partida, porque a gente se prepara muito, treina visando aquela rodada, estuda o adversário, ou seja, se trabalha física e mentalmente. Mas ocorreu e agora precisamos voltar à quadra com a mesma força. Começamos com vantagem, mas temos que esquecer disso e  buscar mais dois sets para conquistar essa vitória tão importante para nós”, avalia a central.
 
Na sexta-feira, o Vôlei Osasco teve um início instável na recepção, mas se acertou para fazer 13/10 após dois ataques da norte-americana Hooker. Seguras em quadra, as visitantes mantiveram a vantagem até chegar ao set point: 24/19. E apesar de dificuldades para fechar a parcial, que obrigaram Luizomar a pedir tempo, a equipe osasquense mostrou capacidade para se reorganizar e fazer 25/23.
 
Rivalidade - Osasco e Barueri colocaram em quadra uma rivalidade estadual. Nesta temporada, lutaram por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista, com vitória em dois jogos a favor das comandadas do técnico Luizomar. Ano passado, com o José Liberatti completamente lotado no dia 13 de agosto, a equipe osasquense venceu o Golden Set e levantou o hexacampeonato diante do mesmo adversário. Osasco bateu o Hinode em mais quatro oportunidades na Superliga 2017/18, sempre pelo placar de 3 sets a 1. Foram dois resultados positivos na fase de classificação e mais dois nas quartas de final.
 
Time para a temporada 2018/19 - O Vôlei Osasco-Audax reformulou seu elenco para a temporada 2018/19. Reuniu três campeãs olímpicas – Paula Pequeno, Walewska e Carol Albuquerque -, além de contar com atletas que defenderam a Seleção Brasileira recentemente – Claudinha e Lorenne - e jogadoras que já defenderam seu país em competições internacionais – Mari Paraíba, Camila Brait, a norte-americana Hooker e a peruana Angela Leyva. Também tem no grupo as centrais Natasha, Nati Martins e a ponteira/oposta Domingas. A equipe osasquense investe ainda na nova geração do esporte. Renovou os contratos da líbero Kika e da levantadora Gabriela Zeni e trouxe a ponteira Vivi e a central Mayara.
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook