Marildo Barduco e Ana Paula Pimenta vencem na Brasil Ride Trail Run Series

Largada na abertura da Brasil Ride Trail Run Series  / Foto: Ney Evangelista / Brasil RideLargada na abertura da Brasil Ride Trail Run Series / Foto: Ney Evangelista / Brasil Ride

São Paulo - Um dos principais circuitos de corrida de montanha do País, a Brasil Ride Trail Run Series teve seu início neste fim de semana, em Botucatu (SP), a Terra da Aventura. Atletas de mais de 30 cidades competiram no evento na Cuesta Paulista, em três diferentes distâncias: 20, 16 e 6 km. 
 
Na principal delas, a longa, o botucatuense Marildo Barduco e a campineira Ana Paula Pimenta levaram a melhor, garantindo o lugar mais alto do pódio. A próxima etapa está marcada para 5 de maio, em paralelo à realização do Warm Up MTB de Ilhabela (SP).
 
A vitória de Marildo Barduco, que o consagrou como bicampeão da etapa, foi conquistada em 1h34min26seg, após travar uma bonita disputa com o seu amigo e companheiro de treinos, Alexandre de Oliveira. Pouco mais de meio segundo separou os dois corredores após os 20 km e 590 m de altimetria acumulada. Rodrigo Frare completou o pódio, na terceira colocação, em 1h41min57seg.
 
"Havia competido nesta etapa em 2018, uma excelente prova, com percurso muito bom e desafiador. Este ano inovaram e colocaram uma subida um pouco mais forte", disse Barduco. "O Alexandre é um atleta de alto rendimento, experiente neste tipo de disputa. Somos amigos e treinamos juntos aqui em Botucatu. Desde o início da prova, vi que ele estava com um ritmo mais cadenciado, que favorece o atleta e o faz gastar menos energia. Ou seja, bem dosado, o que causa pouco desgaste", relembrou o bicampeão.
 
"Assim, achei que seria melhor correr desta forma a prova inteira também, deixando para definir no final. Poderia ter tentado abrir dele, mas pagaria um preço de, talvez, ficar cansado e sofrer para completar. Foi uma corrida bem disputada e planejada por nós dois, concluindo em um tempo muito bom. Sabia que o Alexandre sentiria em algumas subidas. Na última, depois da linha do trem, que foi bem pesada, abri uma vantagem, o que nem era minha ideia naquele momento. No fim, ele encostou e chegarmos juntos para disputar nos metros finais", finalizou Barduco. 
 
No feminino, Ana Paula Pimenta liderou com folga. A corredora de Campinas (SP) assumiu a ponta da prova no começo e buscou construir sua vantagem a cada quilômetro, para concluir os 20 km em 2h10min58seg. O pódio da etapa teve ainda Sidneia Cristina Gomes, em 2h22min56seg, e Ana Paula Sampaio, em 2h24min53, na segunda e terceira colocações, respectivamente.
 
"Foi a minha primeira vez nesta etapa de abertura. Já havia corrido os 70 km da Ultra Trail Run, que encerrou o circuito da Brasil Ride em 2018. Foi isso que me motivou a voltar para Botucatu e competir. A Trail Run da Brasil Ride é muito reconhecida entre os atletas dos esportes de ação e, por isso, estou super feliz. Me sinto honrada de ser a campeã da principal disputa da corrida de montanha do fim de semana", comemorou Ana Paula.
 
"Não fui para esta prova imaginando que brigaria pelo título. Minha ideia era competir bem e conquistar uma boa colocação. Não conhecia minhas adversárias, mas pude observar, na hora da largada, que elas estavam fortes e bem preparadas. Acredito que a prova foi decidida já na largada, porque eu saí fazendo força e consegui manter esse ritmo. Não sabia se a vice-campeã estava próxima de mim, mas estive bastante atenta e corri com a precaução de não ser alcançada", completou a vencedora dos 20 km.
 
Elogios a estrutura - Ambos os campeões da principal categoria não pouparam elogios a organização da Brasil Ride Trail Run Series. "Quando fiz os 70 km, em dezembro de 2018, achei a organização impecável e foi isso me motivou a voltar ao circuito. A marcação é excelente, os estafes muito legais e bem preparados, indicando bem o caminho correto, algo que faz diferença para nós, atletas. Hidratação correta, em um dia que foi muito quente. O nível de dificuldade da altimetria não era tão grande, mas o percurso era realmente técnico", comentou Ana Paula Pimenta. 
 
"Participo de várias etapas de corrida de montanha no País e, ao meu ver, a Trail Run da Brasil Ride está enquadrada no mais alto nível. Competições excelentes, com um público grande de pessoas que praticam a modalidade. Está atraindo cada vez mais participantes, pela sua qualidade. Ganhar etapas de um circuito desta grandeza trás muita visibilidade para nós, corredores, e abre portas com patrocinadores e apoiadores. Muita gente vem para Botucatu competir por conta do evento e isso é muito bom para nossa cidade e nosso esporte", destacou Marildo Barduco.
 
Demais resultados - Além do top 3 masculino e feminino na distância longa, diversos campeões foram coroados nas mais diferentes categorias por idade das três disputas, 20, 16 e 6 km. Na média (16 km e altimetria de 386 m), os primeiros a cruzar a linha de chegada foram Cassiano Narciso (25 a 34 anos), em 1h12min54seg, e Luciana Barbosa (45 a 54 anos), em 1h40min02seg, que ficou poucos segundos à frente de Telma Fernandes (35 a 44 anos), com o tempo de 1h40min04seg, e de Nadia Lemes (25 a 34 anos), em 1h40min31seg.
 
Na distância curta, de 6 km, com altimetria acumulada de 160 m, os mais rápidos foram Mario Bruder (35 a 44 anos), em 27min43seg, e Sandra Bordignon (45 a 54 anos), em 36min08seg. Ambos protagonizaram disputas emocionantes com adversários de outras faixas etárias pela vitória simbólica. Enquanto Mario ficou apenas 16 segundos à frente de Daniel Motolo, vencedor entre 25 a 34 anos, Sandra superou por 28 segundos a corredora Aline Lopreto, campeã entre 35 e 44 anos. 
 

Veja Também: 

 

 
 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook