Corrida das Academias Caixa 2018 leva cinco mil ao Aterro do Flamengo

Largada da Corrida das Academias Caixa 2018  / Foto: Everaldo SantosLargada da Corrida das Academias Caixa 2018 / Foto: Everaldo Santos

Rio de Janeiro - O Aterro no Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro, é o principal palco de corridas de rua carioca. E neste último domingo (25) não foi diferente. 
 
A Corrida das Academias Caixa deste ano fechou o mês de novembro lotando as pistas do maior parque aberto da Brasil, bem na altura da Igreja Nossa Senhora do Outeiro da Glória, com cinco mil participantes: quatro mil adultos nas provas de 6k e 10k e mil crianças entre 03 e 12 anos. 
 
O céu ora ficava limpo no melhor estilo “céu de brigadeiro” ora encoberto. O tempo estava bem abafado. O que fazia com que os corredores amadores chegassem mais desgastados e com tempos iguais ou maiores do em provas anteriores. Mas, isso não pareceu atrapalhar a vida dos atletas de elite. Afinal de contas, em três das quatro categorias, as marcas foram menores do que as do ano passado. E, olhe que em 2017, esta prova foi realizada no mês de agosto – quando, normalmente, as temperaturas são mais amenas.
 
Para a campeã nos 6k, Ana Paula Carvalho, de 40 anos por exemplo, não existe tempo ruim ou bom. “Quando o atleta está bem preparado, a gente não se liga no que está ao nosso redor. Só faz na prova o que já fazemos nos treinos”, afirma. A atleta diz isso com muita propriedade, pois neste domingo ela conquistou a melhor marca da carreira nos 6k ao cruzar a linha de chegada com 23min37s. A segunda colocada foi Ana Paula de Souza (24min53s) e, fechando o pódio Eliangela Thomaz em terceiro (25min11s).
 
Nos 6k masculino da Corrida das Academias Caixa, o primeiro colocado foi Fabio dos Santos, de 28 anos. Ex-atleta profissional de futebol, Fabio corre há seis anos, mas há apenas seis meses é que vem treinando “de verdade”. O morador do município de Magé, na região metropolitana do Rio, e professor de educação física fez 19min37s. Na sequência chegaram Rodrigo Lira (19min41s) e Daniel Heleno de Brito (19min45s).
 
Mais rápido que em 2017 - Tanto no masculino quanto no feminino, os tempos na prova mais longa da Corrida das Academias Caixa deste ano foram mais baixos em relação ao ano passado. Entre os homens, o tempo diminuiu quase dois minutos. E entre as mulheres essa queda dobra. Isso mesmo, a primeira colocada cruzou a linha de chegada quase 4min abaixo do tempo do ano passado.
 
Rejane Ester Bispo da Silva fez 36min09s (no ano passado a marca tinha sido de 39min57s). A atleta de Teresópolis, cidade na região serrana do estado, costuma correr meia-maratona, “mas entre uma prova e outra de 21k, gosto de fazer provas de 10k e 15k para não perder o ritmo”, afirma a atleta de 34 anos para manter o clima de competição o ano inteiro. A segunda colocada nos 10k foi Helma de Jesus Silva (36min21s), seguida de Jéssica Ladeira (36min50s).
 
No clima dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no ano que vem, o primeiro colocado entre os homens foi Robson Pereira de Lima, o Robinho, com 30min30s. “Minha primeira prova no Rio de Janeiro foi em 2006, cheguei em 10º lugar. Doze anos depois, eu posso dizer que a organização das provas de rua e a cidade melhoraram pra caramba. Outra coisa positiva que vejo no Rio é o aumento da prática esportiva. Vejo isso com tantas academias e assessorias esportivas e cada vez mais a realização de eventos como este”, comenta Robinho, como é mais conhecido entre os corredores. 
 
Em segundo lugar, chegou Eliezer de Jesus Santos (31min32s) e completando o pódio Marcos Vinicius Coelho Ferreira (32min46s).
 
Fofurômetro - Imaginem mil crianças juntas?! E todas elas eufóricas para correm. Essa foi a energia na prova kids da Corrida das Academias CAIXA deste ano. O Daniel de Assis de Almeida, de 9 anos, já é um veterano em provas de ruas. “Eu gostei muito da prova, e da minha colocação”, conta o ‘jovem atleta’ que chegou em 5º lugar nos 300m. Além do pequeno Daniel ao lado dos pais, o que se viu nas pistas do Aterro do Flamengo neste domingo pela manhã foram centenas de adultos, já suados por terem corrido 6k ou 10k, com outra centena de crianças da mesma família (filhos, sobrinhos ou netos) iniciando o prazer por este esporte tão democrático.
 
Todos os inscritos que finalizaram as provas receberam medalhas. Os três primeiros colocados nas categorias masculina e feminina nas provas de 6km e 10km receberam troféus, assim como as três equipes de Academias, assessorias, personal trainers, grupos de corridas, colégios, universidades, clubes e empresas com o maior número de inscritos.
 
Resultados Corrida das Academias Caixa 2018
 
10km Masculino
1º Robson Perreira de Lima – 30min30s
2º Eliezer de Jesus Santos – 31min32s
3º Marcos Vinicius Coelho Ferreira – 32min46s
 
10km Feminino
1º Rejane Ester Bispo da Silva – 36min09s
2º Helma de Jesus Silva – 36min21s
3º Jéssica Ladeira – 36min50s
 
6km Masculino
1º Fabio dos Santos – 19min37s
2º Rodrigo Lira – 19min41s
3º Daniel Heleno de Brito – 19min45s
 
6km Feminino
1º Ana Paula Carvalho – 23min37s
2º Ana Paula de Souza – 24min53s
3º Eliangela Thomaz – 25min11s
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook