Campeonato Brasileiro de Pista entra na reta final em Indaiatuba

Armando Camargo em ação na Omnium / Foto: Luis Claudio Antunes/CBCArmando Camargo em ação na Omnium / Foto: Luis Claudio Antunes/CBC

Indaiatuba - O Brasileiro de Pista está na reta final. Depois de uma estreia que levantou a torcida da arquibancada, os ciclistas da Elite e Paraciclismo seguem competindo em alto nível no Velódromo Municipal de Indaiatuba, em São Paulo. A competição segue até sábado (08/12), reunindo os melhores atletas do pais em mais de dez categorias oficiais.
 
A sexta-feira (07/12) foi marcada pela disputa das provas de Velocidade e da Omnium, que é composta por quatros corridas (scratch, tempo race, eliminação e prova por pontos) todas disputadas em um único dia. Os paraciclistas também definiram os títulos brasileiros das provas de 1Km e 500m contrarrelógio, e Scratch.
 
O ciclista Armando Camargo, da equipe Secretaria de Esportes de Indaiatuba, mais uma vez colocou toda sua experiência em jogo e dominou a prova Omnium, terminando com uma vitória emocionante ao somar 163 pontos no ranking final, uma diferença de apenas 1 ponto para Ricardo Dalamaria, da SMELJ Curitiba, segundo colocado com 162 pontos. O pódio ficou completo com Joel Candido Prado Junior, da Memorial/Santos, terceiro com 161 pontos.
 
“Eu entrei ciente da dificuldade, sabendo que iria sobrar pra mim resolver algumas situações dentro da prova. Entao fui garimpando de volta em volta, e mesmo com tantas dificuldades consegui deixar a prova a meu favor e chegar com condições de conquistar a medalha de ouro para Indaiatuba”, declarou Armando.
 
Na Omnium feminina, Wellyda dos Santos, da ABEC Rio Claro, repetiu o feito de 2017 e sagrou-se bicampeã da prova. Durante as quatro corridas, Wellyda sempre se manteve entre as primeiras colocadas e terminou com 147 pontos.
 
“Consegui conquistar o bicampeonato da prova e fiquei muito contente, principalmente pelo alto nível que estamos tendo aqui em Indaiatuba.  As adversárias estão todas muito bem preparadas, com várias atletas participando da competição e isso é muito bom para elevar o nosso ciclismo cada vez mais”, declarou Wellyda.
 
 A segunda colocação ficou com a sua companheira de equipe, Daniela Lionço, que marcou 125 pontos, enquanto Luciene Ferreira, da Funvic/São José dos Campos, somou 123 pontos e garantiu a terceira colocação.
 
Entre os destaques do Paraciclismo, Johnatan Mineiro (Categoria MC5), e Victor Luise (Categoria MC2), da Planeta Pedal, terminaram o dia com duas medalhas de ouro cada. Os paratletas conquistaram o título brasileiro nas provas de 1km contrarrelógio e Scratch.
 
“Estou feliz por ter conseguido andar bem, mesmo com o nível de competitividade estando muito alto. Este ano estamos tendo o campeonato de paraciclismo de pista junto com a Elite, e isso é muito importante para fomentar a modalidade. Poder competir ao lado de grandes ídolos, compartilhando a mesma pista, o mesmo evento é importantíssimo para a nossa modalidade”, destacou Victor.
 
As provas de velocidade individual também foram definidas nesta sexta, com presença dos principais velocistas do país, que travaram uma disputa incrível desde as fases classificatórias. No masculino, a medalha de ouro ficou com Kacio Freitas, da equipe Rio Cycling Team, seguido por Flávio Cipriano, de Taubaté, e João Vitor, da Memorial/Santos. No feminino, Carolina Barbosa brilhou na final e venceu sua companheira de equipe, Gabriela Yumi, segunda colocada, ambas representam o Clube Maringaense de Ciclismo. A medalha de bronze ficou com Tatiele Valadares, da Funvic/São José dos Campos.
 
Veja Também: 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Curta - EA no Facebook