Miniatura da pista de slalom olímpica é testada na República Tcheca | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Miniatura da pista de slalom olímpica é testada na República Tcheca

Os obstáculos foram fixados magneticamente à pista, permitindo testes em vários cenários / Foto: Whitewater Parks International

Rio de Janeiro - Uma versão em miniatura do Estádio Olímpico de canoagem slalom dos Jogos Rio 2016, elemento fundamental do Parque Radical de Deodoro, passou por extensos testes em um laboratório da Universidade Técnica Tcheca, em Praga, na República Tcheca. 
 
Criado pelos especialistas norte-americanos John Felton e Bob Campbell, que foram responsáveis pelo design da pista de canoagem slalom dos Jogos de Londres 2012, o modelo, que tem tamanho de 1/13 do real, ajudou a comprovar que a pista atenderá às especificações técnicas necessárias para os Jogos Olímpicos.
 
Pela primeira vez, os obstáculos foram ligados magneticamente às placas de base do modelo, permitindo que a equipe de pesquisa, liderada pelos campeões mundiais aposentados da República Tcheca Jaroslav Pollert e Jaroslav Pollert Jr., rapidamente os reposicionasse e observasse melhor o fluxo da água em uma variedade de cenários (veja no vídeo). Os obstáculos também serão flexíveis, ainda que não magneticamente, na pista definitiva, permitindo que ela seja adaptada para diferentes tipos de esportes aquáticos.
 
“Tentamos sempre evoluir em relação à versão anterior”, diz o diretor Bob Campbell. “A pista de Londres foi a melhor fizemos até aquele momento, mas agora conseguimos estreitar os canais e diminuir o peso da estrutura sem perda de desempenho, o que ajudará a reduzir os custos. Também fizemos ajustes que ajudarão na viabilidade comercial para o operador do legado. Seria ótimo tornar o legado real para o Rio”.
 
Líder de competição esportiva da canoagem no Comitê Rio 2016, Sebastián Cuattrin competiu em quatro edições Olímpicas, terminando em oitavo lugar na prova da canoagem velocidade K1 em Atlanta 1996. “Os testes feitos na República Tcheca são muito importantes, pois é através deste modelo que a Federação Internacional poderá confirmar que as especificações técnicas estão sendo atendidas. O comportamento da água em relação aos obstáculos está sendo testado. Isso é crucial”, afirma.
 
O Estádio Olímpico de Canoagem Slalom terá 280m de corredeiras artificiais e toda água será extraída de um lago de 25.000m3 localizado próximo à pista. De estrutura modular, a instalação terá obstáculos artificiais distribuídos pelos canais para simular pedras encontradas em corredeiras naturais, criar ondas, piscinas e remoinhos por onde os atletas terão que passar em um percurso determinado, de cima para baixo.
 
Os preparativos no local onde a pista será construída começaram no mês de agosto, com a limpeza do terreno e a instalação dos tapumes e canteiros provisórios, e o projeto final da construção será entregue em novembro. A instalação estará concluída em fevereiro de 2016 e um evento-teste está marcado para novembro de 2015.
 
“Os eventos-teste são uma oportunidade para adequação e aperfeiçoamento da instalação e da operação para chegarmos nos Jogos com tudo 100% ajustado, sem surpresas. A canoagem slalom tem uma instalação complexa, com componentes elétricos e hidráulicos bastante sofisticados e que precisam ser exaustivamente testados antes de seu funcionamento regular, tanto para os Jogos quanto para o legado, quando a  pista, junto com o Centro Olímpico de BMX, formarão o futuro Parque Radical aberto ao público em geral”, explica o arquiteto Roberto Ainbinder, da Diretoria de Integração de Projetos Olímpicos da Empresa Olímpica Municipal (EOM).
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook