Canoagem faz balanço de 2014 e tem altas expectativas em 2015 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Canoagem faz balanço de 2014 e tem altas expectativas em 2015

2015 começa com grande expectativa / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Assim como em 2013, o ano de 2014 foi de resultados muito positivos para a Canoagem de Velocidade do Brasil. O período foi de consolidação do jovem Isaquias Queiroz como grande nome do esporte no país e no mundo. E, além disso, 2014 trouxe outros grandes resultados para a Canoagem Brasileira.
 
A temporada teve início com os Jogos Sul-americanos disputados no Chile, no mês de março. Os atletas brasileiros subiram ao pódio em nove ocasiões, cinco delas para receber medalhas de ouro. Destaque para Isaquias Queiroz, que conquistou o ouro no C1 1000m.
 
Ainda o primeiro semestre do ano rendeu medalhas para a modalidade, e o destaque foi Isaquias Queiroz. Em abril, atletas brasileiros disputaram o Campeonato Sul-americano no Uruguai e o canoísta baiano conquistou quatro medalhas de ouro para o Brasil. Já em maio, quando ocorreu a 2.ª etapa da Copa do Mundo de Canoagem, em Milão, na Itália, Isaquias conquistou uma prata e um ouro.
 
Em agosto aconteceu o maior desafio para a canoagem nacional no ano: o Campeonato Mundial da Rússia, disputado na cidade de Moscou. Isaquias voltou a se destacar, conquistou uma prata no C2 200m, ao lado de Erlon de Souza. O baiano ainda trouxe para o Brasil um histórico ouro no C1 500m e sagrou-se bicampeão mundial da categoria. Mas o Campeonato Mundial ainda reservava uma surpresa para os canoístas brasileiros. Valdenice Conceição deu ao Brasil a primeira medalha da canoa feminina brasileira em mundiais. A baiana conquistou a medalha de bronze no C1 200m, resultado nunca antes conquistado.
 
No mês de setembro, os atletas brasileiros foram ao México para disputar o Pan-americano de Canoagem e deram ao país a segunda colocação no quadro de medalhas, com oito medalhas de ouro, duas delas conquistadas por Isaquias Queiroz. Retornando ao Brasil, ainda em setembro, disputaram o Campeonato Brasileiro na cidade de Curitiba. A competição reuniu atletas de todo o país nas categorias Menor, Infantil, Junior, Cadete e Sênior.
 
A canoagem brasileira teve representantes também no Mundial Universitário disputado na Bielorrússia, Mundial Junior e Sub-23, disputado na Hungria, e nos Jogos Olímpicos da Juventude na China.    
 
Fechando o ano da canoagem brasileira, um novo coordenador da modalidade foi anunciado pela CBCa. Álvaro Koslowski, ex-atleta e considerado um dos pioneiros da modalidade no país, foi contratado para ser responsável pelo Comitê de Canoagem Velocidade. 
 
O gaúcho de 43 anos falou sobre o ano da canoagem brasileira: “2014 foi de fortalecimento para a canoagem. Ele confirmou o crescimento da modalidade no Brasil. Hoje temos seis atletas que estão entre os tops do mundo”.
 
Koslowski disse, ainda, que acredita que 2015 será um grande ano para o Brasil, e falou como pretende ajudar no crescimento e fortalecimento da modalidade no país: “vamos tentar dar suporte aos atletas e vamos trabalhar para fortalecer os clubes regionais”, finalizou o novo coordenador da Canoagem Velocidade da CBCa.
 
Chave de ouro -  O ano não poderia ter se encerrado de forma melhor para a Canoagem Velocidade, tendo sido concedido dois prêmios no Prêmio Brasil Olímpico 2014, prêmio este que é considerado o “Oscar do esporte brasileiro”. Isaquias Queiroz conquistou o prêmio de melhor atleta da Canoagem Velocidade de 2014 concedido pelo Comitê Olímpico Brasileiro. O técnico de Isaquias, o espanhol Jesús Morlán tem como igualmente considerar  o seu ano como um ano de ouro e fechou a temporada com grandes méritos; o Comitê Olímpico Brasileiro conferiu ao espanhol o prêmio de melhor técnico na modalidade individual.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook