Usain Bolt conhece os adversários de Copacabana | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Usain Bolt conhece os adversários de Copacabana

Homem mais rápido do mundo vai correr no Rio de Janeiro / Foto: PACE Sports Management

Rio de Janeiro - Um dos maiores nomes da história do atletismo se preparar para mais uma quebra de recorde, desta vez, entre os dias 29 e 31 de março, nas areias de Copacabana, durante o Mano a Mano, evento inovador que agitará o mundo dos esportes. 

Detentor de seis ouros olímpicos e quatro recordes mundiais, Usain Bolt tentará superar, mais uma vez, os limites do corpo humano e bater a melhor marca mundial dos 150 metros - 14.35s, conseguida pelo próprio Bolt em 2009. Para isso, ele terá que superar Alex Quiñónez, Wallace Spearmon e um atleta brasileiro que será definido em uma triagem com alguns dos melhores velocistas do país.

Maior velocista sul-americano da atualidade, o equatoriano Alex Quiñónez é um dos desafiantes do "raio". Aos 23 anos, conquistou o ouro nos 100 e nos 200 metros do Campeonato Ibero-Americano e chegou em sétimo lugar nos 200 metros dos Jjogos Olímpicos de Londres. O jovem atleta tem tudo para gravar o nome na história do esporte, mas para isso, precisa superar a lenda jamaicana. O norte-americano Wallace Spearmon é outro que tentará superar Bolt. Dono de quatro medalhas em mundiais de atletismo, ele é especialista em provas de 200 m e leva consigo a tradição dos Estados Unidos nesta prova. O país tem entre seus representantes históricos Jesse Owens, Carl Lewis e Michael Johnson.

“A escolha dos nomes foi feita, principalmente, a partir do critério técnico. Buscamos atletas que pudessem realmente disputar o primeiro lugar. Tanto o Quiñónez quanto Spearmon foram finalistas olímpicos e estão num nível de excelência que garante que o evento será um grande espetáculo.”, observa, Duda Magalhães, diretor executivo da Dream Factory. 

“O atletismo é um esporte extremamente democrático, assim como a Praia. Daí surgiu a ideia de tirá-lo do estádio, que é um ambiente fechado, com espaço limitado e levar para Copacabana, onde todos terão a oportunidade assistir a uma prova de altíssimo nível”, finaliza Duda Magalhães.

Para a festa da torcida que estará em Copacabana, o terceiro desafiante de Usain Bolt será um brasileiro. No dia 30 de março, quatro atletas se enfrentarão por uma vaga para disputar os 150 m do Mano a Mano com o "raio". Os nomes escolhidos são: Bruno Lins, ouro no revezamento 4x100 m e bronze nos 200 m, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, Sandro Ricardo Vianna, detentor de dois ouros em Jogos Pan-Americanos, no Rio, em 2007 e no México, em 2011 e Nilson de Oliveira, medalhista de ouro nas provas de 4 x 100 m e 100 m rasos do Campeonato Sul-Americano de Atletismo e primeiro colocado no revezamento 4 x100 m do Pan de Guadalajara. O quarto nome ainda não foi definido pela organização do evento.

Alan Fonteles enfrenta Jerome Singleton - Outro grande nome do esporte que estará presente para testar seu desempenho num evento de formato inédito será o paradesportista Alan Fonteles, que fez história nos Jogos Paralímpicos de Londres ao superar o então imbatível Oscar Pistorius nos 200 m da categoria T44. Ao lado do paraense na linha de largada e brigando pelo primeiro lugar estará Jerome Singleton, norte-americano dono de duas medalhas olímpicas, ambas em Pequim: ouro no revezamento 4x100 m e prata nos 100 m rasos.

"Alan Fonteles é o nosso ídolo! É nele que todos devem se inspirar se quiserem bater Usain Bolt. Ele é um dos maiores atletas paralímpicos do Brasil e já provou para o mundo que é possível sim superar o favoritismo quando venceu o Oscar Pistórius. No MANO A MANO, mais uma vez, Alan tem um grande desafio porque Jerome esta com cede de vitória e vem com tudo para essa batalha. Vai ser emocionante!" , analisa Bernardo Fonseca, da Diretor da X3M Sports Business.

Haverá também uma prova feminina. Franciela Das Graças, Rosangela Oliveira e Evelyn dos Santos e Vanda Ferreira Gomes se enfrentarão num duelo entre as maiores velocistas brasileiras da atualidade.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook