Provas com barreiras garantem emoção no GP Brasil Caixa de Atletismo

Adelly Oliveira Santos   / Foto: Carol Coelho/CBAtAdelly Oliveira Santos / Foto: Carol Coelho/CBAt

Bragança Paulista - As provas com barreiras são normalmente as que mais prendem a atenção do público por causa da velocidade e da extrema coordenação motora que exigem dos atletas. 
 
No Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo, que será disputado domingo (28/4), no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista, não deverá ser diferente e provocarão emoção.
 
As quatro provas contam com participantes destacados. Nos 100 m com barreiras, a norte-americana Evonne Britton é a atração, credenciada pelo segundo lugar no Ranking Mundial 2019, com 12.89 (1.9), marca obtida no dia 13 de abril, em St. George’s, em Granada. Ela tem como recorde pessoal 12.78, desde 2016.
 
Outras duas norte-americanas estão inscritas: Ebony Morrison e Jacklyn Howell, que têm como melhores resultados 12.76 (1.3) e 12.90 (1.9), respectivamente. Andrea Carolina Vargas, da Costa Rica, reforça o grupo estrangeiro. Ela ganhou no ano passado a medalha de ouro no Campeonato Ibero-Americano de Trujillo, no Peru, com 13.04 (-0.2).
 
Adelly Oliveira Santos, campeã do Troféu Brasil Caixa de 2018, lidera o grupo nacional. “Ela está muito bem, corrigindo detalhes nos treinamentos”, disse a técnica Maila de Paula Machado. “A expectativa é de que ela, com o empurrão das estrangeiras, alcance o índice para o Pan de Lima”, completou, referindo-se à marca de 13.20. Adelly lidera o Ranking Brasileiro, com 13.39 (2.0). As brasileiras Micaela Rosa de Mello, Gabriela de Faria Lima e Laís Serinoli Rodrigues também estão na prova.
 
Nos 400 m com barreiras, a norte-americana Cassandra Tate é o destaque. Sétima colocada no Ranking da IAAF, com 55.89, ela ganhou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Pequim 2015. O seu recorde pessoal, de 54.01, também é de 2015 e foi obtido em Eugene, no Oregon.
 
Entre as adversárias estrangeiras de Cassandra estão a trinitina Sparkle McKnight e a jamaicana Nikita Tracey, que já correram a prova em 55.15 e 55.01, pela ordem.
A campeã brasileira Wanessa Taciana do Nascimento Zavolski está confirmada no start list, assim como Chayenne Pereira da Silva, Marlene Ewellyn dos Santos e Alessandra Santos Silva.
 
Nas provas masculinas, brasileiros estão mais bem colocados no Ranking Mundial. Nos 110 m com barreiras, Gabriel Oliveira Constantino ocupa o quarto lugar, com 13.38 (1.5). O único atleta do exterior confirmado por enquanto é o jamaicano Andrew Riley, que está na 9ª colocação na lista da IAAF, com 13.49 (1.0). Finalista no Mundial de Moscou 2013, ele tem 13.14 (0.0) como recorde pessoal.
 
Estão na prova também Eduardo dos Santos Rodrigues de Deus, Jonathas Felipe da Silva Brito e Paulo Henrique da Silva.
 
Já nos 400 m com barreiras, Alison Brendom Alves dos Santos ocupa o terceiro lugar no Ranking da IAAF de 2019, com 49.48, marca obtida na sexta-feira (19/4), em Azusa, na Califórnia. Aos 18 anos, ele quebrou o recorde sul-americano sub-20. O norte-americano Quincy Downing está na prova. Campeão mundial sub-20 em Barcelona 2012, ele tem a marca de 48.13 como melhor resultado pessoal, obtido em Kingston, na Jamaica, em 2017.
 
O campeão brasileiro Marcio Soares Teles está na competição, assim como Hederson Alves Estefani, Mahau Camargo Suguimati, Mikael Antonio de Jesus e Julio Cesar Nascimento Oliveira.
 
Os interessados em assistir ao meeting, considerado o principal da América Latina, no estádio do CNDA, podem obter seus ingressos em troca de um quilo de alimento, de segunda-feira (22) a sábado (27) no Garden Shopping Bragança, das 10 às 22 horas. O shopping fica na Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira, s/n, km 53, bairro Campo Novo, em Bragança Paulista. Os alimentos serão doados para o Asilo São Vicente de Paula.
 
A competição começa às 13:30, com a Cerimônia de Abertura. A primeira prova será o lançamento do martelo masculino, às 14 horas. O encerramento está marcado para as 16:50, com a disputa dos 200 m masculino. Serão 17 provas, incluindo duas de exibição para deficientes. O evento terá transmissão ao vivo pela Bandsports e pelo facebook da CBAt.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook