Pódio dos 200 m em Uberlândia reflete disputa por vagas olímpicas | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Pódio dos 200 m em Uberlândia reflete disputa por vagas olímpicas

Os Atletas Diego Cavalcanti, Aldemir da Silva Jr. e Sandro Viana no Pódio / Foto: Wagner Carmo/CBAtUberlândia - Domínio brasileiro nos 200m no GP Caixa/Sesi de Atletismo, disputado no domingo, dia 13 de Maio, em Uberlândia. Vitória de Diego Cavalcanti, seguido de Aldemir da Silva Jr. e Sandro Viana. O Meeting mineiro foi a terceira etapa do Brazilian Tour, circuito que terá Meetings ainda em São Paulo (dia 16) e Rio de Janeiro (20).

Os três primeiros da prova brigam pelas duas vagas restantes nos 200m na delegação brasileira para Londres. E a colocação do pódio repete a mesma ordem dessa disputa no momento. Bruno Lins, que não correu em Uberlândia, tem participação garantida em Londres por ter terminado entre os 10 primeiros do Ranking de 2011.

"Estou feliz com essa vitória", disse Diego. "O mais importante é que tenho evoluído a cada prova", afirmou o velocista. Em segundo, Aldemir era pura emoção depois da corrida. "Demos mais um passo", resumiu. O veterano da turma, Sandro Viana, 35 anos, afirmou: "Vou correr atrás de um melhor tempo em São Paulo e no Rio".

A volta de Oludamola - Vencedora das quatro provas que disputou no Brazilian Tour 2011, a nigeriana Oludamola Osayomi venceu os 100m em Uberlândia, com 11.32. "Essa é uma temporada diferente. Estou em fase de ascensão, me preparando para a Olimpíada", disse. Agora, vou começar o trabalho final até Londres", explicou.

Em segundo nos 100m chegou a brasileira Franciela Krasucki, que na arrancada final para tentar superar Osayomi sentiu uma fisgada na coxa direita. "Ainda não sei o que aconteceu. Posso ter forçado um pouco por ter feito antes a prova dos 200m", disse a velocista.

Festa do mineiro Talles - Para delírio do público que lotou as arquibancadas do SESI Gravatás, o vencedor do salto em altura foi o mineiro Talles Frederico Silva. "Não competia em Minas fazia três anos e hoje fiz minha segunda melhor marca em meu estado", disse emocionado o atleta de 23 anos, cujo melhor salto na carreira foi de 2,23, obtida em Belo Horizonte, em 2010.

"A cada salto era uma emoção muito grande, com o público gritando meu nome. Agora, em São Paulo, vai ser ainda mais incrível, pois meus pais vão acompanhar a prova, coisa que não fazem desde que eu tinha 15 anos e só saltava 2 m", disse Talles, que vai tentar nos próximos meetings o índice para Londres. "Antes faltavam 10 centímetros. Agora só faltam sete", minimizou o atleta.

Geisa vence os 400 m - Pódio brasileiro também na prova dos 400m feminino. Geisa Coutinho chegou em primeiro, com 51.69, seguida de Joelma Souza (52.32) e Jailma de Lima (53.44). "Deus sempre dá força em tudo o que faço. Corri os 200m antes, mas tinha certeza que ia dar certo nos 400m", comemorou a atleta. "Agora, em São Paulo, vamos lutar pelo índice nos 4x400. Depois, no Rio, quem sabe consigo o índice para Londres nos 400m", completou Geisa.

Lançamento do martelo - As disputas no lançamento do martelo, tanto no feminino, quanto no masculino, não tiveram surpresas em Uberlândia. A norte-americana Jessica Cosby venceu entre as mulheres, enquanto o bielorrusso Siarhei Kalamoets levou o ouro na prova masculina. "Estou feliz com a vitória, mas posso melhorar. Senti a cansaço da viagem e a mudança do fuso", disse Jessica, que lançou a martelo a 69,89 metros. "Estou buscando índice para ir a Londres por meu país. O resultado não foi dos melhores, posso fazer melhor", garantiu Kalamoets, que fez a marca de 73,50.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook