Fabiana Murer pretende aprimorar técnica para temporada 2014 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Fabiana Murer pretende aprimorar técnica para temporada 2014

Fabiana Murer / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - A temporada 2014 será de adaptações. Aprimoramento técnico. Melhorar a corrida e aumentar o salto são as metas da brasileira Fabiana Murer, do salto com vara. A atleta espera um ano mais tranquilo. O principal compromisso do próximo ano será encarado no mês de março, durante o Campeonato Mundial em Pista Coberta, na Polônia. Até lá, a brasileira só pensa em treinar. 

Sem interferências externas – como vento, chuva ou calor –, o Mundial em Pista Coberta é especial para ela. Em 2008, Fabiana conquistou a medalha de bronze em Valência, na Espanha, com 4,70m, e em 2010 se tornou campeã mundial em Doha, no Qatar, ao saltar 4,80m. Para a próxima edição, a atleta pretende manter o desempenho. 
 
“Comecei os treinamentos há um mês. Vou treinar até o final de janeiro, quando começam as competições em pista coberta. Em março será o grande objetivo do ano, que é disputar o mundial”, conta a atleta.  
 
Com uma lesão no começo do ano, a saltadora não conseguiu manter os treinamentos e a forma física como nas temporadas anteriores. “Perdi um pouco a forma física e aos poucos tratei a lesão e me recuperei. Fui novamente conquistando o condicionamento e agora estou muito bem. Sei que ainda posso melhorar e lapidar o meu salto. Sei que posso saltar mais alto”, revela. A meta é manter a regularidade até os Jogos de 2016. “Até as Olimpíadas não vou fazer grande mudanças na minha técnica ou no modo como vou saltar. O momento é só para lapidar”, diz. 
 
Fabiana pretende usar os recursos do Bolsa Pódio para manter unida a sua equipe multidisciplinar durante o período no exterior. “Essa ajuda financeira é para o atleta investir nele e não para coisas supérfluas. O atleta precisa ficar tranquilo para poder treinar. A mesma tranquilidade tem que ter a equipe multidisciplinar para dar o apoio necessário ao atleta, garantindo um tempo maior de acompanhamento dos treinamentos. Com a ajuda extra, eles também terão uma tranquilidade e tempo maior para dar o suporte aos atletas”, explica.   
 
Os saltos da Fabiana começaram a inspirar a nova geração. Assim, o Brasil vem se mostrando um celeiro de atletas no salto com vara. No programa Bolsa Pódio, são mais três representantes da prova: Thiago Braz, Augusto Dutra e Fabio da Silva. “No campeonato mundial deste ano levamos cinco atletas na prova. É uma prova que vem crescendo e que está se desenvolvendo com um bom trabalho. Ainda precisa de mais investimentos para crescer ainda mais. Agora, falta um trabalho de mais técnicos para distribuir atletas por todo Brasil”, ressalta Fabiana.  
 
A saltadora tem um desejo para o futuro: “Espero que os resultados dos nossos atletas sejam uma motivação para que jovens e crianças procurem o atletismo para se tornarem um atleta no futuro”, frisa. 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook