Fabiana Murer fala à imprensa internacional em Mônaco

Fabiana Murer em Mônaco / Foto: Philippe Fitte/IAAFFabiana Murer em Mônaco / Foto: Philippe Fitte/IAAFMônaco - No dia em que a IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) confirmou Pequim como sede do Campeonato Mundial de 2015, a brasileira Fabiana Murer foi uma das atletas que falou à imprensa internacional, na tarde deste sábado 20, na véspera do IAAF Gala, festa anual em que tradicionalmente são homenageados os principais atletas do ano, em Mônaco.

 

Fabiana falou no Fairmont Hotel do Principado e apenas outro latino-americano foi convidado para conversar com os jornalistas: o cubano Dayron Robles, recordista mundial dos 110 m com barreiras.

Campeã do salto com vara no Mundial Indoor e da Diamond League na temporada, a atleta campineira admitiu que 2010 foi seu "grande ano, uma temporada com resultados consistentes". Lembrou que teve de enfrentar adversárias fortes para realizar suas conquistas, "como Anna Rogowska (polonesa campeã mundial no ano passado) e Svetlana Feofonova (russa ex-recordista mundial).

Falou também de sua preparação para os próximos eventos internacionais (Mundial de Daegu em agosto do ano que vem e o PAN em Guadalajara em outubro). "Meu treinador - e apontou Elson Miranda de Souza - já está trabalhando no planejamento da próxima temporada", afirmou Fabiana, que explicou a consultoria que tem recebido do ucraniano Vitaly Petrov, treinador campeã olímpica Yelena Isinbayeva (Rússia) e que foi técnico do recordista mundial Sergei Bubka (Ucrânia), atual vice-presidente da IAAF.

A brasileira respondeu perguntas sobre o estágio atual do atletismo brasileiro. "A Confederação Brasileira de Atletismo realiza ações de apoio aos atletas, inclusive possibilitando o intercâmbio com outros centros. As clínicas com o Petrov, por exemplo, deram impulso ao salto com vara no País. E tem sido dessa forma com os atletas das demais provas", disse Fabiana, que lembrou também receber apoio de seu clube (BM&FBovespa)".

A atleta e Elson Miranda chegaram pela manhã. A partir da conexão em Roma tiveram a companhia de Isinbayeva. Na segunda-feira (22) ambos voltam ao Brasil, já que no dia seguinte começa a nova Clínica do Salto com Vara da CBAt, com a presença de Petrov, em São Paulo.

"Este relacionamento deu resultados muito bons nestes últimos 10 anos", disse Elson Miranda, ele mesmo antigo saltador e campeão do Troféu Brasil e membro do Conselho Técnico da CBAt.

Outros dois pupilos do treinador vão participar: o campeão pan-americano no Rio 2007 e recordista sul-americano com 5,77 m Fábio Gomes da Silva e o ganhador da medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude de Cingapura, este ano, Thiago Braz da Silva. Também foi convidado Augusto de Oliveira, número 2 do Ranking Brasileiro deste ano com 5,40 m e pré-selecionado para o PAN 2011, que estará acompanhado de seu treinador Otaviano Caetano.

"Estas ações fazem parte do Projeto 2010-2016, aprovado pelo Fórum do Atletismo, que fizemos em São Paulo em 2009", lembra Roberto Gesta de Melo, presidente da CBAt. Gesta está em Mônaco para a reunião do Conselho da IAAF, que definiu, na sessão de hoje, que Pequim será a sede do Mundial de 2015. Em 2011 o Campeonato será em Daegu na Coréia do Sul e o de 2013 em Moscou, na Rússia