Érica Sena é a melhor das Américas na marcha do Mundial de Pequim | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Érica Sena é a melhor das Américas na marcha do Mundial de Pequim

 Foto:  Dorival Rosa/CBAt

Pequim - A pernambucana Érica Rocha de Sena deu ao Brasil mais um bom resultado na marcha no Campeonato Mundial de Atletismo, que é disputado no Estádio Nacional de Pequim, o Ninho do Pássaro. Érica terminou os 20 km em 1:30:06 e alcançou o sexto lugar, mesma classificação obtida na versão masculina da prova, pelo brasiliense Caio Bonfim. 
 

A marchadora brasileira, ganhadora da medalha de prata no PAN de Toronto, no Canadá, em julho, desta vez foi a melhor das Américas. À sua frente, apenas orientais e europeias: duas chinesas, uma ucraniana, uma portuguesa e uma italiana.

"Estou muito feliz com a colocação, fiquei entre as melhores do mundo, o que me deixa tranquila quanto à preparação que fizemos", explicou a atleta, ainda no Ninho do Pássaro, em entrevista para jornalistas brasileiros. "Acho que a marcha também vai alcançando um outro padrão, já que os bons resultados vêm se repetindo", disse Érica, de 30 anos, que defende a equipe da Orcampi/Unimed, de Campinas (SP).
 
Ela vive em Cuenca, no Equador e treina com seu marido, Andrés Chocho, ouro nos 50 km do PAN. "Lá é um lugar muito bom para treinar em altitude, o treinamento flui normalmente e a marcha é a prova preferida", afirmou, em referência à cidade natal do campeão olímpico e ex-recordista mundial Jefferson Perez. "Agora vamos pensar na Olimpíada (de 2016)", finalizou Érica.
 
A outra brasileira na prova, Cisiane Dutra Lopes terminou em 29º lugar, com 1:36:06. "Não passei bem no percurso, alguma coisa que comi e não caiu bem, por isso todo o esforço foi para completar a prova", disse Cisiane, também pernambucana.
 
O pódio: 1º Hung Liu (China), 1:27:45; 2º Xiuzhi Lu (China), também 1:27:45; 3º Lyudmyla Olyanovska (Ucrânia), 1:28:15. A quarta colocada foi a portuguesa Ana Cabecinha, com 1:29:29, e a quinta, a italiana Antonella Palmisano, com 1:29:34.
 
Ainda na manhã desta sexta-feira (dia 28), o brasileiro Talles Frederico Silva, com 2,17 m, ficou em 19º no Grupo B do salto em altura e não obteve a qualificação para a final. No decatlo, depois das três primeiras provas (100 m, salto em distância e arremesso do peso), Felipe Vinícius dos Santos ocupava a oitava colocação, com 2.617 pontos. O outro brasileiro, Luiz Alberto de Araújo estava em 15º, com 2.457 pontos.
 
Depois da etapa, o médico Cristiano Laurino informou que o atleta deixou a disputa: "O Luiz Alberto sofreu entorse no pé esquerdo durante o salto em distância e como a dor persistiu, ele teve que parar. O atleta não apresentava qualquer limitação nos treinos e no aquecimento para a prova."
 
O Brasil no Mundial
O Mundial prossegue neste sábado (dia 29), com a participação de brasileiros. Às 07:30 em Pequim (20:30 de sexta-feira em Brasília), Mário José dos Santos Júnior disputa os 50 km marcha.
 
A partir das 09 horas (22 horas de sexta em Brasília), Felipe dos Santos começa o segundo dia do decatlo, com três provas pela manhã: 110 m com barreiras, lançamento do disco e salto com vara (à tarde a série será finalizada com o lançamento do dardo e os 1.500 m).
 
Revezamentos Estreiam
Pela manhã estreiam também os revezamentos. O Brasil participará da fase preliminar de três provas: 4x100 m masculino, 4x100 m feminino e 4x400 m masculino. No 4x400 m masculino, os técnicos Evandro Lazari e Leonardo Ribas escalaram: Pedro Burmann, Wagner Cardoso, Hederson Estefani e Hugo Balduíno. A disputa começará às 10:40, hora local (23:40 de sexta-feira em Brasília).
 
Às 12 horas (01 hora em Brasília) entrará na pista o 4x100 m feminino. Os treinadores Katsuhico Nakaya e Adriano Vitorino definiram esta equipe, pela ordem: Bruna Jéssica Farias, Franciela Krasucki, Vitória Rosa e Rosângela Santos (a barreirista Adelly Santos será a reserva, no lugar de Vanusa Santos, que sofreu uma lesão durante os treinos). Vinte minutos depois será a vez do 4x100 m masculino. Os técnicos estudavam a melhor formação para o time.
 
As finais do 4x100 m, masculino e feminino, serão disputadas ainda neste sábado à noite: às 20:50 (09:50 em Brasília), o feminino, e às 21:10 (10:10), o masculino. As finais do 4x400 m acontecerão no domingo à noite, no último dia do Campeonato.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook