Duda e Keila quebram recorde brasileiro | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Duda e Keila quebram recorde brasileiro

Duda salta 8,31 m e quebra recorde brasileiro / Foto: Carol Coelho/CBAt

São Paulo - Mauro Vinícius, ou simplesmente Duda da Silva. Assim ele é chamado pelos amigos e por seus colegas de Atletismo. Nesta sexta-feira 7, já no começo da noite, ele voou na pista do Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, em São Paulo, e caiu na caixa de areia 8,31 m depois, acompanhado por vento de 1.4 m/s. Era a segunda das seis tentativas a que tinha direito, depois de ter saltado 8,05 (0.5) na primeira.
 
Com o salto, Duda superou um dos mais antigos recordes do Troféu Brasil/Caixa de Atletismo, que era 8,29 m, feito em Manaus a 30 de junho de 1996, por Douglas de Souza (que morreu em acidente de carro em 1998). Atleta da BM&FBovespa e treinado por Aristides Junqueira em São José do Rio Preto, Duda alcançou seu recorde pessoal na prova, já que, antes, seu melhor salto era 8,27, feito também em São Paulo em 2011. Em pista coberta ele ganhou a medalha de ouro no Mundial Indoor de Istambul 2012. Também no ano passado ele foi finalista na Olimpíada de Londres e terminou em sétimo lugar.
 
"Estou feliz, né", brincou Duda, que fez 8,18 m (1.4) na terceira tentativa e 8,15 m (2.1) na quarta. Aí, por conselho do treinador Tide Junqueira, não fez os dois saltos restantes. "O importante é que fiz uma série boa, sempre acima de oito metros. Tinha que sair hoje um grande salto e aconteceu", falou Duda, que confirmou assim sua vaga no Mundial.
 
Keila também bate recorde - A pernambucana Keila Costa alcançou o melhor desempenho individual do Troféu Brasil/Caixa de Atletismo 2013, no segundo dia da competição. Ela venceu o salto triplo  com 14,58 m, obtido na sexta e última tentativa, com vento de 2.0 m/s, no limite para a homologação de resultados. Assim, ela superou em um centímetro seu recorde brasileiro anterior, que era 17,57 m e fora alcançado também no mesmo Estádio, na disputa do Sul-Americano de 2007. Antes, no segundo salto, ela já havia quebrado seu recorde do torneio, ao marcar 14,26 (1.9) - o anterior era 14,18 m, de 2012. Keila, de 30 anos, atleta da BM&FBovespa, superou o índice de qualificação para o Campeonato Mundial de Moscou, que é 14,20 m.
 
"Esta é a melhor temporada de minha vida", afirmou Keila, na zona mista, aos jornalistas. "Estou novamente em grande fase técnica, mas estou mais preparada fisicamente e com mais força mental", explicou a atleta, que credita suas boas condições atuais também ao trabalho do treinador Neilton Moura. Na entrevista, Keila lembrou que sua primeira grande conquista foi no triplo, com a medalha de bronze ganha no Mundial de Juvenis de Kingston 2002.
 
Na categoria principal, porém, ganhou a medalha de bronze no Mundial Indoor de Doha 2010, no salto em distância. "Não estou dividida, o salto em distância me ajuda no triplo, que é a minha melhor prova", garantiu a atleta que, ela considera, se salta 14,60 m em Moscou entrará entre as primeiras do Mundial. Sua marca de hoje é a quinta melhor do ano no mundo. "Desde 2007 e 2008 que não me sentia tão bem. Na época, saltei 14,57 m no triplo e 6,88 m no salto em distância. Amanhã (8) farei a qualificação do salto em distância e espero estar na final de domingo. Espero fazer o índice de 6,65 m e disputar também o salto em distância no Mundial", completou.
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook