"Às vezes dá vontade de chorar", confessa Murer sobre adeus em 2016 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

"Às vezes dá vontade de chorar", confessa Murer sobre adeus em 2016

Fabiana Murer / Foto: Agência Luz / BM&FBOVESPA

Rio de Janeiro - A expectativa é grande em cima de Fabiana Murer para as Olimpíadas de 2016. Depois de uma ótima atuação no Pan-Americano e no Mundial de Atletismo (ambas com medalha de prata), a atleta do salto com vara pode fazer história no Rio. Mas, se não há certeza quando à medalha, uma coisa é certa: depois de 2016 ela deverá mesmo se aposentar. E já lamenta muito.

"Às vezes dá vontade de chorar de saber que vou parar mesmo estando saltando tão bem, que vai acabar a carreira", confessou a atleta, que saltou 4,85m no mês passado, no Mundial, em Pequim, igualando sua melhor marca na carreira. 
 
"Mas às vezes quero que acabe logo pela pressão que existe. Mas a verdade é que fico emocionada de pensar em tudo que já consegui. E na Olimpíada quero seguir fazendo história", garantiu. 
 
Aos 34 anos, Fabiana deve parar no ápice de sua carreira, a exemplo de grandes nomes do atletismo mundial. "São todos aprendizados que ficam. Hoje sou bastante tranquila e chegarei para fazer o meu melhor. Estou confiante que posso conquistar esta medalha", finalizou Fabiana.
 
Em evento de seu patrocinador, a BM&F Bovespa, a atleta recebeu de presente uma barra de ouro de 300 gramas.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook