Thiago Braz, Darlan Romani e Andressa de Morais nas finais da Liga Diamante

Thiago Braz   / Foto: Carol Coelho/CBAtThiago Braz / Foto: Carol Coelho/CBAt

São Paulo - Depois de 12 etapas, a Liga Diamante, o principal circuito de competições da IAAF, chega às finais. Os 32 campeões do evento serão conhecidos nesta quinta-feira (dia 30) e na sexta-feira (31), quando serão disputados os Meetings de Zurique, na Suíça, e de Bruxelas, na Bélgica. As duas competições terão transmissão ao vivo pela BandSports, a partir das 13 horas, conforme informação da emissora.
 
Três brasileiros participarão das finais: Thiago Braz da Silva (salto com vara), Darlan Romani (arremesso do peso) e Andressa Oliveira de Morais (lançamento do disco).
Thiago Braz participa das duas competições. Ele salta nesta quarta-feira (29), a partir das 18:30 (13:30 de Brasília) no evento promocional realizado pelos organizadores do Meeting, numa pista armada na principal estação de trem de Zurique.
 
O campeão olímpico no Rio 2016 terá adversários fortes: o francês Renaud Lavillenie, o norte-americano Sam Kendricks, o canadense Shawn Barber, o russo Timur Morgunov, o grego Konstantinos Filippidis e os poloneses Piotr Lisek e Pawel Wojciechowski.
 
Thiago, que passou as últimas semanas em treinamento com o técnico Vitaly Petrov, em Fórmia, na Itália, onde mora, buscando melhorar seus resultados. A sua melhor marca na temporada ao ar livre é 5,70 m. Na grande final de Bruxelas, na sexta-feira, o grupo terá o reforço do sueco Armand Duplantis, campeão mundial sub-20 e líder do Ranking Mundial da IAAF com 6,05 m, marca obtida na conquista do título europeu, em Berlim, neste mês.
 
Nas finais de quinta-feira, no Letzigrund Stadium, o Brasil estará representado por Darlan Romani. Quarto colocado no Ranking Mundial, com 21,95 m, o catarinense vive a melhor temporada da carreira. Quinto colocado no Rio 2016, este ano ficou em quarto no Mundial Indoor de Birmingham. Na Liga Diamante, ganhou três medalhas: foi bronze em Eugene, nos Estados Unidos, prata em Lausanne, na Suíça, e bronze em Monte Carlo, em Mônaco. Em Eugene, obteve o recorde sul-americano de 21,95 m – um centímetro a mais do que havia conseguido em Bialostyk, na Polônia, com 21,94 m.
 
Os melhores arremessadores estarão na final, que começa às 19:40 (14:40 de Brasília): os norte-americanos Ryan Crouse e Darrell Hill, o neozelandês Tomas Walsh, o polonês Michal Haratyk, o tcheco Tomás Staněk e o alemão David Storl.
 
Já na sexta-feira, em Bruxelas, Andressa de Morais fará companhia para Thiago Braz como representante do Brasil. A paraibana também está tendo um ano excelente. Quebrou o recorde sul-americano do disco no GP Brasil Caixa, em julho, em Bragança Paulista (SP), com 65,10 m, marca que lhe dá o sétimo lugar no Ranking Mundial de 2018.
Finalista no Mundial de Londres 2017, a atleta recebeu convites para várias competições internacionais. Ficou em quarto lugar nas etapas da Liga Diamante de Londres, de Doha e de Paris, e em sétimo em Roma, garantindo participação na final.
 
As suas adversárias são conhecidas na temporada internacional: as cubanas Denia Caballero, Yamé Pérez, a norte-americana Gia Lewis-Smallwood, as alemãs Nadine Muller e Claudine Vita e a croata Sandra Perkovic, bicampeã olímpica e bicampeã mundial.
 
Veja Também: 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook