BM&FBovespa é campeã do Troféu Brasil Caixa de Atletismo de novo

Foto: Marcelo Ferrelli/CBAtFoto: Marcelo Ferrelli/CBAtSão Paulo - O Troféu Brasil/Caixa de Atletismo 2010 terminou domingo, dia 19 de Setembro, na Pista Adhemar Ferreira da Silva, no Centro Olímpico da Prefeitura de São Paulo, na Vila Clementino. Depois de cinco dias, cerca de 900 atletas de 104 clubes, mais 32 convidados, disputaram 44 das 47 provas que compõe o programa olímpico. Um bom público preencheu os lugares da arquibancada do novo equipamento esportiva da capital paulista, na etapa de encerramento.

 Os principais atletas do País, em condições de competir, participaram do mais importante campeonato de clubes de atletismo da América Latina. Por equipes, a BM&FBovespa conquistou seu 9º título seguido, com 745 pontos. O vice-campeão foi o Pinheiros/Asics, com 274, e o 3º colocado, a Orcampi/Unimed, com 178.

Uma comissão de treinadores escolheu como melhores atletas da competição Ronald Julião, no masculino, e Fabiana Murer, no feminino, ambos da BM&FBovespa. Ronald ganhou o arremesso do peso com 17,69 m e o lançamento do disco com 60,62 m (recorde do TB), enquanto que Fabiana ganhou o salto com vara, com 4,70 m.

FABIANA MURER E KEILA COSTA
Fabiana Murer, campeã mundial indoor e ganhadora da Diamond League, venceu novamente o salto com vara, ao saltar 4,70 m, marca 55 cm melhor que a da 2ª colocada Joana Costa (Estrela-Guarulhos), que saltou 4,15 m.

"Queria fazer uma boa apresentação no Troféu Brasil, para fechar bem a temporada e dar alegria a minha família, que veio me ver, e ao público", disse a saltadora. "O meu técnico (Elson Miranda) nem queria que eu tentasse salto acima de 4,70 m. Mas estava bem, não custava tentar", completou a atleta, que não passou nas três tentativas em 4,90 m.

No salto em distância feminino, a ganhadora do bronze no Mundial Indoor Keila Costa (Orcampi/Unimed) conquistou seu segundo título nesta edição do Troféu Brasil, ao marcar 6,61 m (vento de 0.2). Foi o segundo título de Keila, que foi campeã também do triplo. "Gostei da minha marca, apesar de falhar em quatro tentativas", disse a pernambucana.

CAMPEÕES DO DIA
Quinze provas, todas finais, foram disputadas neste último dia do evento. Uma das atrações do Troféu Brasil foi a velocista Ana Claudia Silva (BM&FBovespa), que, depois de ganhar os 100 m, levou também o título dos 200 m, com 23.21 (1.0 m/s). "Estava ansiosa por fazer bons resultados e consegui", disse a velocista.

Nos 200 m masculino, vitória de Jefferson Lucindo (Silveira Sampaio), com 20.75 (vento contra de 0.9) - ele venceu, ainda, os 100 m. "As vitórias significam que amadureci como atleta", disse Jeferson, carioca que treina em Curicica, com Paulo Servo.

Leandro Prates de Oliveira (Symap) foi o 1º colocado nos 5.000 m, com 14:12.73, depois de garantir, na sexta-feira, título dos 1.500 m. "Vou tentar um lugar na equipe que vai ao PAN", disse o fundista.

No lançamento do dardo, Luis Fernando da Silva (Pinheiros/Asics) venceu com 72,77 m. "Sou veterano na competição, disputo o Troféu Brasil desde 1989 e esta é minha 13ª vitória", disse o atleta, de 39 anos.

Nos 400 m com barreiras feminino, a ganhadora foi Fernanda Tavares, que competiu como convidada, com 58.55. "O tempo foi ótimo", disse a campeã.

Já nos 400 m com barreiras masculino, o campeão foi Mahau Suguimati (Orcampi/Unimed), com 50.26. "Não esperava fazer um tempo muito baixo, procurei, mesmo, ganhar a prova"", disse Mahau, goiano que mora há 17 anos no Japão.

No triplo, Hilton da Silva (BM&FBovespa) venceu com 16,93 m (vento de 1.2). "A meta era alcançar 17 metros, mas estou feliz por superar nomes como Jefferson Sabino (Orcampi/Unimed, 2º com 16,79 m) e Jadel Gregório (convidado, 3º com 16,59 m)", afirmou o triplista.

Nos 800 m, Kleberson Davide (Pinheiros/Asics) foi o campeão com 1:46.45. "Fui o 4º na Copa Continental da Croácia e estou realizando bons resultados e vencer o Troféu Brasil e, assim, começarei com força o próximo ciclo", afirmou o vice-campeão pan-americano.

E nos 1.500 m feminino, Tatiele de Carvalho (Estrela/Guarulhos) foi a ganhadora com 4:27.08. "Grande experiência, este é o melhor resultado em minha história no atletismo", afirmou.

Éder Souza (Orcampi/Unimed) ganhou os 110 m com barreiras com 14.03 (0.1). "Ganharia quem errasse menos, saiu mal mas me recuperei a partir da metade da prova", disse o campeão.

Andréa Pereira Brito (BM&FBovespa) foi a 1ª colocada no arremesso do peso, com 15,65 m. Segundo Andréa, "vencer foi o mais importante".

No 4x400 m masculino, a equipe ganhadora foi Pinheiiros/Asics, que marcou 3:08.75, com Luis Guilherme de Oliveira, Fabiano Peçanha, Fernando de Almeida e Kleberson Davide.

Já no 4x400 m feminino a vitória foi da BM&FBovespa, que fez 3:37.72, com Bárbara de Oliveira, Perla Santos, Sheila Ferreira e Geisa Coutinho.


Resultados completos, classificação por equipes, galeria de fotos e noticiário estão disponíveis no hotsite do evento. Acesso pelo link abaixo:

http://www.cbat.org.br/competicoes/trofeu_brasil/default.asp