Líderes abrem vantagem na quarta etapa da Volvo Ocean Race

Dongfeng Race Team e team AkzoNobel começam a ver os frutos da escolha feita na véspera e ampliam vantagem/ Foto: Ugo Fonolla/Volvo Ocean RaceDongfeng Race Team e team AkzoNobel começam a ver os frutos da escolha feita na véspera e ampliam vantagem/ Foto: Ugo Fonolla/Volvo Ocean Race

Austrália - As equipes Dongfeng Race Team e team AkzoNobel, que tem a brasileira Martine Grael como tripulante, ampliaram a liderança na quarta etapa da Volvo Ocean Race 2017-18, perna disputada entre a australiana Melbourne e Hong Kong.
 
Os dois barcos optaram por navegar mais distantes da costa e conseguiram nas últimas 24 horas abrir mais de 30 milhas de vantagem para o restante dos times que disputam a prova de Volta ao Mundo.
 
Com estratégia parecida, o Turn the Tide on Plastic assumiu o terceiro lugar. As outras quatro equipes, incluindo o MAPFRE, líder do campeonato, optaram por velejar mais coladas à costa australiana e percorreram menos milhas nesta quinta-feira, 4 de janeiro.
 
"Agora temos uma grande diferença entre nós e o grupo do MAPFRE e Vestas 11th Hour Racing", disse o francês Franck Cammas, do Dongfeng. "Nós ficamos felizes com nossas escolhas ontem. Pensamos sobre o risco antes de fazer, mas deu certo. Isso é bom para a confiança da equipe".
 
Perto do Dongfeng Race Team, o barco de Martine Grael velejou um pouco mais rápido que os líderes no início da manhã desta quinta-feira pelo Mar de Coral.
 
"A questão agora é se a gente consegue continuar mantendo distância. Me sinto feliz por competir bem contra Dongfeng e MAPFRE'', contou Chris Nicholson, do AkzoNobel.
 
Embora ainda seja no início do percurso de quase 6 mil milhas náuticas até Hong Kong, esses pequenos avanços de Dongfeng e AkzoNobel podem surtir efeito no final. A previsão de chegada no porto asiático indica 17 de janeiro em diante.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook