Barco espanhol vence Leg Zero da Volvo Ocean Race

Equipe espanhola é uma das quatro que se mantiveram da edição passada. Volvo Ocean Race pra valer começa em 22 de outubro e terá dois velejadores brasileiros / Foto: Ugo Fonolla/Volvo Ocean RaceEquipe espanhola é uma das quatro que se mantiveram da edição passada. Volvo Ocean Race pra valer começa em 22 de outubro e terá dois velejadores brasileiros / Foto: Ugo Fonolla/Volvo Ocean Race

Espanha - O barco MAPFRE foi o vencedor da regata-teste Leg Zero da Volvo Ocean Race. O evento, realizado nos mares da Europa, teve quatro provas ao todo e os espanhóis finalizaram na frente com cinco pontos de vantagem para o vice-campeão, o Dongfebg Race Team. Eles venceram duas das quatro etapas. O pódio teve ainda o holandês Team Brunel, em terceiro. Os três primeiros colocados disputaram a edição passada da Volta ao Mundo. 
 
Com dois brasileiros na equipe, o team AkzoNobel terminou a Leg Zero, que não contou pontos para a Volvo Ocean Race, em quarto lugar. Joca Signorini e a campeã olímpica Martine Grael fazem parte do veleiro holandês. 
 
''Nessa última etapa fizemos todos os tipos de regatas contra as outras equipes e é interessante ver quão junto os barcos são, vai ser muito intensa, com muito pouca diferença, entre um barco e outro, a gente pode ver que algumas equipes que já vem da edição passada da regata tem uma vantagem, não só de entrosamento, mas também de conhecimento do barco. E a gente pouco a pouco vem melhorando e tentando ajustar um pouquinho, ainda temos um pouco de deficiência em boat speed, da velocidade no nosso barco em algumas condições, em algumas configurações, mas a gente está tentando agora trabalhar duro e temos esse mês todo de setembro e outubro para melhorar em algumas condições'', disse Joca Signorini.
 
A quarta etapa da Leg Zero foi interrompida na madrugada desta quarta-feira (16) nas proximidades La Coruña, na Espanha. Os barcos saíram de Saint Malo, na França, com destino a Lisboa, Portugal, mas a organização tomou, na terça-feira (15), a decisão de encurtar a rota por causa dos ventos na região da Baía Biscaia. "Temos de nos certificar de que as equipes estão usando esse tempo de preparação da melhor forma", disse Phil Lawrence, diretor de prova. As equipes seriam obrigadas a fazer mais manobras por causa das condições, o que poderia prejudicar os barcos.
 
O Vestas 11th Hour Racing foi declarado vencedor do trecho quatro, pois velejou mais em menos tempo na etapa. O team AkzoNobel, com apenas um brasileiro (Joca Signorini) a bordo, ficou em segundo lugar, e o terceiro lugar foi da MAPFRE.
 
"Eu acho que foi uma boa decisão (encurtar a etapa), pois a Leg Zero já estava se tornando bastante longa", disse o comandante da MAPFRE, Xabi Fernández. "Nós fizemos muitos treinamentos durante o inverno e acho navegamos muito bem".
 
A largada da Volvo Ocean Race será em 22 de outubro com a participação, por enquanto, de sete barcos. Em 2014-15, o campeão foi o Abu Dhabi, de Ian Walker.
 
Classificação final da Leg Zero  
1. MAPFRE (ESP, Xabi Fernández), 29 pontos 
2. Dongfeng Race Team (CHN, Charles Caudrelier), 24 pontos 
3. Team Brunel (HOL, Bouwe Bekking), 23 pontos 
4. Team AkzoNobel (HOL, Simeon Tienpont), 22 pontos 
5. Vestas 11th Hour Racing (EUA, Charlie Enright), 20 pontos 
6. Turn the Tide on Plastic (Dee Caffari), 13 pontos 
7. Team Sun Hung Kai/Scallywag (HKG, David Witt), 9 pontos
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook