Bruno Fontes avança à fase final e mantém Brasil na disputa por vaga em Tóquio

O velejador catarinense cumpriu seu primeiro objetivo ao avançar à fase final da competição no Top 20 / Foto: Sailing Energy/World SailingO velejador catarinense cumpriu seu primeiro objetivo ao avançar à fase final da competição no Top 20 / Foto: Sailing Energy/World Sailing

Dinamarca - Um degrau de cada vez! Ao chegar em Aarhus, embalado pelo terceiro lugar conquistado no Campeonato Norte-Americano, Bruno Fontes tinha na cabeça que o desafio no Mundial de Classes Olímpicas, realizado na Dinamarca, seria em etapas. 
 
Neste domingo (05), o velejador catarinense cumpriu seu primeiro objetivo ao avançar à fase final da competição no Top 20. Após seis regatas, apenas 55 dos 165 competidores inscritos na classe Laser Standard seguem na briga pelo título e por uma das catorze vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.
 
Com 45 pontos perdidos, Bruno aparece na 19ª posição e coloca o Brasil dentro da lista dos países que estariam classificados para a Olimpíada no Japão caso o Mundial terminasse agora. A partir desta terça (07), Bruno retorna a raia na Baía de Aarhus para as quatro últimas regatas da fase final. 
 
“O primeiro passo foi dado. Avançamos no Top 20 e estamos na briga por uma vaga para Tóquio. O próximo passo é melhorar nestas quatro regatas para colocar o Brasil entre os 14 classificados e depois pensar na Medal Race”, avalia Bruno, em referência a regata da medalha, que reúne os dez melhores classificados da competição no último dia de regata. 
 
Após três dias marcados por ventos inconsistentes e disputas acirradas os atletas da classe Laser Standard ganham uma merecida folga. Nesta terça e quarta os velejadores disputam mais quatro regatas cada para definir os dez classificados para a Medal Race, que será realizada na sexta-feira (10). 
 
Sobre o Mundial de Classes Olímpicas - O Mundial de Classes Olímpicas reúne as dez classes do programa dos Jogos de Tóquio 2020: RS:X masculina, RS:X feminina, Laser, Laser Radial, Finn, 470 masculina, 470 feminina, 49er, 49er FX e Nacra 17 e as regatas serão disputadas entre os dias 02 e 12 de agosto. Além disso, haverá disputa também no kiteboard (feminino e masculino), como demonstração.
 
No caso da classe Laser Standard serão dez regatas e a Medal Race, que conta com pontuação dobrada e reúne apenas os dez melhores classificados. As disputas para Bruno Fontes começaram na sexta-feira (03) e seis regatas foram realizadas até domingo (05), sendo duas por dia. Nesta segunda os velejadores folgam e retornam a raia novamente para mais dois dias de regatas, terça (07) e quarta (08), quando acontecem as disputas da fase final. Os atletas ganham nova folga na quinta e sexta (10) retornam para as disputas da Medal Race.
 
Além de Bruno Fontes, o Brasil conta com os seguintes atletas na competição: Martine Grael e Kahena Kunze (49er FX), Carlos Robles e Marco Grael (49er), Mario Tinoco e Gabriel Borges (49er), Fernanda Oliveira e Ana Barbachan (470 feminina), Geison Mendes e Gustavo Thiesen (470 masculina), Henrique Haddad e Felipe Brito (470 masculina), Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino (Nacra 17), João Bulhões e Bruna Martinelli (Nacra 17), Jorge Zarif (Finn), Patrícia Freitas (RS:X feminina), Brenno Francioli (RS:X masculina), João Pedro Souto de Oliveira e Lucas Bueno (Laser), Gabriella Kidd (Laser Radial) e Cláudio Cruz (Kiteboard).
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook