Bruno Fontes classifica o Brasil para o Pan de Lima

Em seu retorno as competições, velejador conquistou a terceira posição em competição realizada na Califórnia  / Foto: Giorgio Elena/Laser North American ChampionshipEm seu retorno as competições, velejador conquistou a terceira posição em competição realizada na Califórnia / Foto: Giorgio Elena/Laser North American Championship

EUA - O campeão está de volta! Velejando no mais alto nível, Bruno Fontes retornou às competições conquistando o terceiro lugar no Campeonato Norte-Americano de Laser, disputado em Long Beach, Califórnia (EUA). Com 69 velejadores de 18 países, Bruno mostrou seu melhor desempenho dos últimos tempos, subiu ao pódio e ainda garantiu a vaga do Brasil para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, no Peru.
 
"Estou em um novo momento na minha carreira. Após um período de indecisões decidi que iria me desafiar mais uma vez, pois sei que ainda tenho muito aqui dentro guardado. Sai do Brasil sabendo que seria um grande campeonato. Estou em um momento incrível no lado pessoal e nunca me senti tão bem fisicamente quanto agora. O Norte-Americano foi a prova de que ainda posso velejar no mais alto nível e que a busca pela medalha olímpica segue acesa dentro de mim", revela Bruno Fontes. 
 
Após quatro dias com doze regatas disputadas, Bruno foi colocado em uma verdadeira prova de fogo. Velejando contra alguns dos principais atletas do mundo o catarinense mostrou técnica apurada e muita experiência para manter-se no top-3 durante todo o campeonato. Ao longo das doze regatas Bruno somou dois primeiros lugares, dois segundos e três terceiros para fechar a competição com 33 pontos perdidos, atrás apenas dos americanos Chris Bernard, vice-campeão, e Charlie Buckingham, vencedor do Norte-Americano.
 
"Foi uma campeonato de muita consistência. Não fiz nenhuma regata ruim e, de todas que somei, o pior foi um sétimo o que mostra que estamos no caminho certo. O foco agora passa a ser o Campeonato Mundial da Classe", avalia Bruno sobre a competição que acontece entre os dias 30 de julho e 12 de agosto, em Aarhus, na Dinamarca, para todas as classes olímpicas já visando Tóquio-2020.
 
Em busca da vaga para Tóquio 2020 - O resultado conquistado por Bruno Fontes não foi importante somente para o atleta, mas também para o país. Com a conquista do terceiro lugar no Norte-Americano, Bruno classificou o Brasil para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, no Peru.
 
"Nos Jogos Pan-Americanos a classe Laser Standard possui 15 vagas para países e essas vagas serão definidas de acordo com os resultados no Norte-Americano (7 vagas) e Sul-Americano (8 vagas). Com a definição dos países classificados cabe a cada entidade definir a forma de indicar o seu representante na competição de Lima. A Seletiva Brasileira acontece em novembro desse ano, em Florianópolis, na Copa Brasil de Vela", explica Ricardo Navarro, Delegado Técnico da World Sailing para os Jogos Pan-Americanos. 
 
Após classificar o Brasil para o Pan, Bruno tem outra importante missão nas próximas semanas que é buscar a vaga do país em Tóquio-2020. "Para as Olimpíadas de Tóquio-2020 serão destinadas 43 vagas para a classe Laser Standard e 65% dessas vagas serão definidas no Mundial da Dinamarca", complementa Ricardo Navarro, que em 2016 foi o responsável técnico pela Vela nos Jogos Olímpicos do Rio-2016.
 
Resultados do Campeonato Norte-Americano de Laser:
1º Charlie Buckingham (EUA) - 17pp
2º Chris Bernard (EUA) - 29pp
3º Bruno Fontes (BRA) - 33pp
4º Henry Marshall (EUA) - 45pp
5º Juan Ignacio Maegli (GUA) - 50pp
6º Robert Davis (CAN) - 70pp
7º Andrew Lewis (TRI) - 87pp
8º Ford McCann (EUA) - 94pp
9º Clemente Seguel (CHI) - 111pp
10º Yanic Gentry (MEX) - 113pp
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook