Presidente da CBVela destaca a importância da vela para a região de Itajaí

Presidente navegou com a equipe da Itajaí Selling Team / Foto: Itajaí Sailing Team/DivulgaçãoPresidente navegou com a equipe da Itajaí Selling Team / Foto: Itajaí Sailing Team/Divulgação

Santa Catarina - O presidente da Confederação Nacional de Vela (CBVela), Marco Aurélio de Sá Ribeiro, acompanhou a regata In-Port Race do Itajaí Stopover a bordo do veleiro do Itajaí Sailing Team (IST) e destaca a importância da equipe na consolidação da cidade como um importante polo náutico no cenário nacional.
 
"Uma iniciativa como essa, do IST, é fundamental para a vela no Brasil, pois os projetos precisam ter continuidade e esse time é uma ação que promove a vela de maneira consistente e leva o nome de Itajaí para o Brasil inteiro."
 
Sá Ribeiro falou ainda que o retorno das atividades náuticas, como a vela, trazem em mídia espontânea e fala da importância do poder público apoiar iniciativas como essa. "É fundamental ligar as cidades a atividades esportivas como a vela, principalmente no caso de Itajaí, que é uma cidade voltada para o rio, para o mar e tem uma grande vocação náutica. Essa foi uma ação extremamente inteligente do Itajaí Sailing Team, de fortalecer a essa vocação e criar novos adeptos da vela."
 
O dirigente explica que a vela tem muitas características pedagógicas interessantes. "Ensina disciplina, planejamento, respeito ao mar, além gerar empregabilidade em um mercado que vem crescendo muito no país. O barco a vela é uma verdadeira faculdade flutuante. E Itajaí tem as condições perfeitas para isso: águas abrigadas, um mar muito bom e condições de vento fantásticas", acrescenta.
 
Recado - O presidente da CBVela deixa um importante recado para a equipe do Itajaí Sailing Team: "Sejam resilientes, deem continuidade a esse belo projeto, porque a Confederação está aqui hoje exatamente porque a ideia é apoiar cada vez mais o projeto e transformar Itajaí em um polo nacional de vela".
 
Questionado sobre projetos para a vela em Itajaí, Sá Ribeiro disse que a CBVela está importando barcos e criando centros de vela jovem no Brasil e, a ideia futura, é que alguns desses barcos venham para Itajaí para que tenha início o desenvolvimento da vela de monotipo na cidade. "São barcos pequenos, mas que geram futuros velejadores da categoria oceano também." 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook