Transat Jacques Vabre 2017 conhece seus primeiros campeões

Sodebo Ultim' bateu recorde da classe Ultime do percurso entre a França e o Brasil. Maiores barcos do mundo são esperados em Salvador, na Bahia, até o fim do mês / Foto: DivulgaçãoSodebo Ultim' bateu recorde da classe Ultime do percurso entre a França e o Brasil. Maiores barcos do mundo são esperados em Salvador, na Bahia, até o fim do mês / Foto: Divulgação

Bahia - O Brasil foi palco de uma das maiores façanhas da vela oceânica mundial. O trimarã Sodebo Ultim' bateu, nesta segunda-feira (13), o recorde da Transat Jacques Vabre na classe Ultime, ao completar o percurso de Le Havre (França) a Salvador (Bahia) em 7 dias, 22 horas e 7 minutos, às 8h42 (Horário de Brasília). A marca anterior para os de 8 mil quilômetros foi obtida em 2007 pelo Groupama - 10 dias e 38 horas.
 
Horas depois do campeão, o Edmond de Rothschild, completando a festa da Baía de Todos-os-Santos. Ambos fizeram a regata com média superior a mil quilômetros por dia!
 
Os franceses Thomas Coville e Jean-Luc Nélias foram recebidos com fogos de artifício, frutas tropicais e caipirinha no desembarque no Terminal Turístico Náutico da Bahia.
 
''Quando a gente se aproximou de Salvador e viu a cidade foi um momento especial! É muito legal ver os prédios perto depois de tantos dias velejando sem parar'', disse Thomas Coville. ''Foi uma disputa acirrada desde a primeira noite entre a gente''.
 
''O momento decisivo foi após a Ilha da Madeira. O Edmond de Rothschild deve ter tido um problema e nós passamos, velejando bem rápido durante todo o percurso'', disse Nélias.
 
O barcos saíram em 5 de novembro de Le Havre, na França.
 
Já o Prince de Bretagne, outro Ultime na regata, deve terminar a prova até a quarta-feira (15). Outras três classes ainda seguem na disputa: IMOCA, Multi50 e Class40, inclusive o brasileiro Mussulo 40 Team Angola Cables. 
 
A Transat Jacques Vabre largou com 37 barcos de Le Havre. Até agora, quatro veleiros já confirmaram desistência por diversos motivos. O último foi o Ciela Village (Multi50) com uma delaminação no casco.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook