Interatividade e novas tecnologias marcam 44ª edição da Semana de Vela

Nova vila da regata promete uma experiência única tanto para velejadores, turistas e moradores da cidade / Foto: Eduardo GrigaitisNova vila da regata promete uma experiência única tanto para velejadores, turistas e moradores da cidade / Foto: Eduardo Grigaitis

São Paulo - Interatividade é a palavra da 44ª edição da Semana de Vela de Ilhabela, maior competição de vela oceânica da América Latina, marcada entre os dias 7 e 15 de julho.
 
Novos recursos tecnológicos, como a transmissão ao vivo da competição direto da Vila da Regata e também o Race Track, posicionamento dos barcos nas áreas de competição durante as provas, irão proporcionar uma nova experiência para o público e a comunidade local. Os detalhes do projeto foram apresentados durante o lançamento do evento, realizado na noite de quarta-feira (17), na sede da rádio Antena 1, em São Paulo (SP). Estiveram presentes personalidades do esporte, como o medalhista olímpico Bruno Prada, o comodoro do Yacht Club de Ilhabela, José Yunes, e autoridades locais como o prefeito Márcio Tenório e seus secretários de Esporte e Turismo. 
 
''A Semana de Vela de Ilhabela significa muito para o município, pois somos a capital nacional da modalidade. Estaremos preparados para receber os grandes velejadores do Brasil e do mundo nesse grande evento internacional'', disse o prefeito Márcio Tenório.
 
O comodoro do Yacht Club de Ilhabela destacou a força da regata no cenário esportivo brasileiro. ''Como comodoro e amante do mar, a Semana de Vela de Ilhabela me traz uma emoção muito grande. Todos os associados do YCI e os fãs da modalidade prestigiam a regata. Essa temporada de 2017 será especial, com a integração ainda maior entre a comunidade da ilha e o evento''.
 
O objetivo da organização é impactar os mais de 15 mil visitantes de Ilhabela durante o período, além dos mais de 1.000 velejadores e 4.000 mil convidados. Clínicas, palestras, shows e muita interação entre público e a vela farão parte da Race Village, aberta durante toda a competição.
 
"A vela é diferente de outros esportes, muitos não conseguem assistir porque a competição ocorre em alto mar, difícil de visualizar do continente, ou seja, é acessível para poucos. Além disso, após o final de cada dia de competição, alguns velejadores serão convidados para participar de uma coletiva na Vila da Regata, estimulando a troca de experiências com o público. Com essa interação tecnológica a Race Village será muito mais visitada do que era antes e podemos aproximar fãs, turistas, familiares e moradores da região como um todo", contou o secretário de Turismo de llhabela, Ricardo Fazzini.
 
O principal encontro da vela nacional terá início com a Regata Alcatrazes por Boreste - Marinha do Brasil. A organização espera mais de 130 barcos para o evento, que é dividido em nove classes de barcos. As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no site oficial. O acesso ao sistema estará disponível até o dia 2 de julho. 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook