Reinaldo Colucci e Pamella Oliveira garantem o bi no Ironman 70.3 Rio de Janeiro

Pódio Masculino / Foto:  Fábio Falconi/Unlimited SportsPódio Masculino / Foto: Fábio Falconi/Unlimited Sports
São Paulo - Deu Brasil mais uma vez no Caixa Ironman 70.3 Rio de Janeiro. O paulista Reinaldo Colucci e a capixaba Pamella Oliveira mantiveram a hegemonia nacional e garantiram o bicampeonato da prova na manhã deste domingo, na Praia do Pontal, no Recreio dos Bandeirantes. 
 
Colucci, campeão em 2016,  completou os 1,9 km de ciclismo, 90,1 km de ciclismo e 21,1 km de corrida com o tempo de 3h51min58seg, estabelecendo o novo recorde da etapa, seguido por Iuri Vinuto (BRA), 3h54min22seg e Fernando Toldi (BRA), 3h55min38seg.
 
Entre as mulheres, Pamella confirmou o bom momento – venceu o Caixa Ironman 70.3 Florianópolis e foi quarta no mundial da África do Sul, ambos neste ano – e ganhou  de ponta a ponta e também estabeleceu o novo recorde com a marca de 4h18min01seg. A segunda colocação, com no ano passado, ficou com a argentina Romina Palácio, 4h33min37seg, enquanto o terceiro lugar ficou com a brasileira Carolina Furriela, 4h49min14seg.
 
A prova reuniu 1600 triatletas de 30 países, com destaque na Elite que contou com as principais feras do país e destaques do exterior. E, pelo quarto ano seguido, o Brasil sobrou na disputa.  Mesmo saindo um pouco atrás na natação, Reinaldo assumiu a ponta no ciclismo e conseguiu manter a vantagem também na corrida para garantir sua segunda conquista no Rio de Janeiro.
 
Reinaldo era só alegria com o desempenho. “Gosto muito desta distância. Acho que é a que mais me sinto bem competindo. A velocidade ajuda muito, apesar de estar cansado após uma série forte na Europa. Mas estou feliz porque o corpo respondeu bem. Isso mostra que o trabalho está sendo bem feito, pois pude fazer força do início ao fim”, destacou o triatleta, que já garantiu vaga para o Mundial Ironman no Havaí, em outubro.
 
Já Pamella não deu chances às adversárias. Ela esteve sempre à frente e conseguiu repetir a vitória do ano passado com grande vantagem para a segunda colocada e com marca recorde. “Nem estava preocupada com o tempo, mas é muito bom. Fico feliz em voltar um ano depois e saber o quanto evolui. A mudança da ITU para a o longo foi a melhor escolha. Agora é pensar no Sul-Americano e, para 2019, quem sabe o Ironman”, declarou a bicampeã. 
 
O evento classificou 30 participantes na Faixa Etária para o Mundial de Ironman 70.3 em 2019, que será realizado em Nice, França. Para os profissionais, além da premiação de US$ 25 mil, a novidade foi que o evento também valeu vaga no mundial, sendo uma no masculino e uma no feminino para os melhores colocados.
 
Resultados de 2018 - Elite
 
Masculino
1) Reinaldo Colucci (BRA), 3h51min58seg
2) Iuri Vinuto (BRA), 3h54min22seg
3) Fernando Toldi (BRA), 3h55min38seg
 
Feminino
1) Pamella Oliveira (BRA), 4h18min01seg
2) Romina Palácio (ARG), 4h33min37seg
3) Carolina Furriela (BRA), 4h49min14seg
 
Campeões
 
2018 – Reinaldo Colucci (BRA)/Pamella Oliveira (BRA)
2017 - Paulo Roberto Maciel (BRA)/Pamella Oliveira (BRA)
2016 - Reinaldo Colucci (BRA)/Luisa Baptista (BRA)
2015 - Santiago Ascenço (BRA)/Mariana Borges (BRA)
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook