Igor Amorelli termina Mundial de Ironman 70.3 em 11º 

Competição foi realizada neste domingo (2), em Port Elizabeth (AFS)  / Foto: Romulo CruzCompetição foi realizada neste domingo (2), em Port Elizabeth (AFS) / Foto: Romulo Cruz

África do Sul - O triatleta Igor Amorelli disputou neste domingo (02) o Campeonato Mundial de Ironman 70.3, em Port Elizabeth, África do Sul. Com 3:53:43, o catarinense completou a competição na 11ª posição no último evento realizado antes do Ironman World Championship, que acontece em cinco semanas, no Havaí.
 
Em um dia chuvoso na cidade sul-africana, os melhores atletas da distância largaram para uma prova que prometia ser dura desde o início. Já nos 1.900 metros de natação o ritmo foi bastante intenso e Igor acabou ficando um pouco atrás do pelotão saindo d´água com quase 1:30 de desvantagem para os líderes. “Eu esperava sair mais forte na natação e tentar entregar a bike mais na frente, mas não saiu como o esperado. Não sai tanto atrás na natação, mas não me senti bem no ciclismo e acabou que não fiz nem perto do que eu gostaria”, avalia Igor. 
 
Apesar das dificuldades, Igor mostrou muita inteligência para se manter bem na prova, mesmo com sua estratégia não saindo como planejado. Nos 21.1 km de corrida, o catarinense fez seu melhor parcial da temporada na modalidade e acabou ganhando algumas posições fechando a corrida para 1:14:01. “Não posso dizer que estou contente com o meu resultado, mas serve como lição pra Kona. Preciso ser mais competitivo, pensar com calma nos ajustes que temos para fazer e ir pra cima na próxima”, avalia Igor.
 
O alemão Jan Frodeno conquistou o título mundial com 3:36:31, seguido pelo britânico Alistair Brownlee e pelo espanhol Javier Gomez Noya.
 
A temporada de Igor Amorelli - O ano de 2018 tem sido muito positivo para Igor Amorelli. Com seis eventos disputados, o catarinense subiu ao pódio em cinco e ainda soma dois títulos na atual temporada. Tudo começou em Bariloche, no mês de março, com o vice-campeonato na etapa de 70.3. Um mês depois, Igor brilharia em Florianópolis, primeiro com o título da etapa inaugural do 70.3 e depois com o vice-campeonato do Ironman Brasil, mesmo enfrentando sérios problemas em sua bicicleta.
 
Em julho, Igor embarcava para o Equador e de lá trazia o segundo título do ano no 70.3 de Manta. Já no mês passado, no último evento antes dos mundiais, o catarinense somou o 3º lugar no 70.3 de Steelhead, realizado nos Estados Unidos. Após o 11º lugar no Mundial de 70.3, Igor concentra todos os esforços na principal competição do ano, o Ironman World Championship, marcado para o dia 13 de outubro, em Kona.
 
Próximo evento:
Ironman World Championship (13 de outubro) - Kona, Havaí
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook