Patricia Barros conquista primeiro lugar em duas provas no final de semana

Patricia Barros foi campeã no Triathlon Short e Triathlon Long Distance de Pirassununga / Foto: DivulgaçãoPatricia Barros foi campeã no Triathlon Short e Triathlon Long Distance de Pirassununga / Foto: Divulgação

São Paulo - A triatleta Patricia Barros, apoiada pela Companhia Athletica Ribeirão Preto conquistou dois primeiros lugares no último final de semana, durante o Triathlon Short e Long Distance de Pirassununga. A atleta foi campeã geral feminino do Short Triathlon e campeã na categoria F 45-49 no Long Distance.
 
Subir ao pódio nessa prova teve um sabor especial para Patricia. Há exatamente 10 anos, em 2007, ela foi campeã geral da elite na distância short dessa mesma prova na cidade de Pirassununga.  “Foi incrível relembrar isso. A distância short é uma distância curta e de explosão, e não é típico da minha idade. Sou de uma categoria mais avançada, feminino 45-49 competindo com meninas de 20 anos. A performance e a força muscular são completamente diferentes. Ainda assim conseguir ganhar é inacreditável, foi muito emocionante”, conta Pati Barros.
 
A short distance foi realizada no sábado, dia 1º de abril, contou com 900 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e 5 quilômetros de corrida. Apesar do calor na largada, que aconteceu às 13 horas do sábado, Patricia conta que não sentiu dificuldades por vir de um treinamento exaustivo para o Iron Man Brasil, que acontece em maio. “É uma prova curta e rápida, então não senti dificuldade em nenhum momento, estou com uma natação muito forte, um pedal bem ritmado e consegui fazer uma corrida linda. Esse resultado é a confirmação de que o que você treina e se esforça é recompensado. É uma conquista que tem um valor imenso, que não tem preço”, desabafa a atleta.
 
Com menos de 24 horas de descanso, Pati Barros encarou no domingo mais 1900 metros de natação, 90 quilômetros de ciclismo e 21 quilômetros de corrida no Triathlon Long Distance. “Neste tipo de prova de longa distância é a cabeça que manda. Larguei muito bem, fui a terceira a sair da água, consegui manter um pedal constante. A corrida foi mais difícil, já estava com o corpo cansado. Na segunda volta consegui melhorar o ritmo e fui sexta no geral e primeira na categoria, outro resultado que me deixou imensamente feliz”, conta Pati.
 
Patricia explica ainda que essas provas são levadas como treinamento para o Iron Man, que é seu grande objetivo. Ela atribui seus bons resultados também ao suporte que tem da Companhia Athletica que oferece toda a estrutura no RibeirãoShopping para os treinos, de atletas parceiros como o campeão mundial de triathlon Alan Siqueira (também professor da Companhia Athletica), seu treinador Cali Amaral, além de Ricardo Borges que cuida da parte nutricional. “Tenho alegria de compartilhar meus resultados com todos que me ajudam e apoiam, agradecer à família, filhos e marido por entenderem a minha ausência quando preciso treinar ou competir. O esporte é para a vida, te coloca disciplina em todos os setores, no trabalho, na vida, na parte financeira. Ele te ensina a buscar o equilíbrio em tudo. É uma mudança de vida incrível”, finaliza Patricia.
 
A atleta se prepara agora para o IM70.3 Palmas em Tocantins no dia 23 de abril na distância meio iron, valendo classificação para o Mundial e para o tão esperado Iron Man que acontece dia 28 de maio em Florianópolis. 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

 

 
Rip Curl Grom Search 2017

Maresias - Confira tudo o que rolou na grande final

Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook