Sabrina Gobbo sobe no pódio do XTerra Chile, em Santiago

Também na prova chilena, válida pelo circuito pan-americano da modalidade, a mineira Laura Mira terminou a disputa na sexta colocação / Foto: Craig Dutton/UCITambém na prova chilena, válida pelo circuito pan-americano da modalidade, a mineira Laura Mira terminou a disputa na sexta colocação / Foto: Craig Dutton/UCI

Chile - A campineira Sabrina Gobbo (Trek/Shimano/Pearl Izumi) e a mineira Laura Mira (Oggi/Isapa) disputaram neste fim de semana a segunda de dez etapas do Tour XTerra Pan-Americano, no bairro de San Bernardo, em Santiago (CHI).
 
Enquanto Sabrina garantiu um lugar no pódio do XTerra Chile, com a quinta posição na prova, Laura foi a sexta colocada. Entre as mulheres, o título ficou com a chilena Barbara Riveros, enquanto no masculino a vitória foi de Felipe Barraza, também do Chile.
 
A etapa chilena do Tour XTerra Pan-Am contou com 1,6km de natação, 30km de MTB e 10km de corrida, na região metropolitana de Santiago. Para Sabrina, a quinta colocação foi definida no mountain bike. "Provavelmente foi o circuito de XTerra mais duro que já fiz. Subia muito, talvez menos do que em outras oportunidades se analisar o total acumulado, mas havia subidas bem duras no percurso, em que você sobe muito em poucos metros", avaliou Sabrina. 
 
"Saí em quarto lugar da natação, à frente da norte-americana Kara LaPoint, mas ela me ultrapassou na bike e pedalamos juntas por um bom período. Ficamos próximas da terceira colocada em um determinado momento, mas não conseguimos chegar nela. Após isso, a Kara me passou, porém me mantive a uma certa distância dela e acabei a prova em quinto", finalizou a triatleta de Campinas (SP), que compete com sua bike Trek equipada com o grupo Shimano XTR Di2 de transmissão eletrônica de marchas.
 
Laura Mira também destacou as dificuldades encontradas na etapa chilena do circuito. "A prova aqui no Chile foi realizada com muito frio e extremamente difícil. Um circuito duro tanto na corrida quanto na bike, que nos fez escalar 1.000 metros em apenas 15 km de pedal. Subidas íngremes e intermináveis exigiram muito do físico e do psicológico para completar os mais de 40 km", avaliou a atleta, que utilizou sua Oggi Agile Carbon com os componentes Shimano do grupo XT.
 
"Sofri demais naquela água fria, mesmo usando o traje de neoprene, e fiz força do início ao fim achando que estava tendo um dia ruim e que sairia atrás na água. Apesar disso, saí em terceiro da natação, junto com a fortíssima francesa Morgane Riou. Segurei as pontas até a metade da primeira grande escalada na bike. Mas, o sofrimento aumentava a cada quilômetro e não conseguia manter a força. Acabei saindo pra correr já na sexta colocação. Mesmo sabendo que a prova já estava decidida, consegui fazer uma boa corrida finalizando este que foi considerado por quase todos os atletas um dos circuitos mais duros do XTerra", complementou a atleta de Lavras (MG).
 
Pan-Americano de MTB - Enfrentar a altitude de mais de 2.500 metros em Paipa, na Colômbia, não foi nada fácil para os ciclistas de mountain bike do Shimano Sports Team. Os melhores resultados entre os sete representantes da marca no Pan-Americano de MTB foram conquistados pelos atletas sub-23. Enquanto Mario Couto (Sense Factory Racing) foi o 13º, Karen Olímpio (Oggi/Isapa) concluiu sua participação em sétimo lugar. 
 
Na elite, Guilherme Muller e Rubinho Valeriano, companheiros de equipe de Mario Couto, conseguiram as melhores colocações, com o 15º e o 16º lugares, respectivamente. Mario Veríssimo (Oggi/Isapa) foi o 21º e Sherman Trezza (Caloi Elite Team), o 23º. Completando o time de atletas Shimano, o catarinense Lucas Borba (Audax/Shimano) terminou a prova de downhill no top 30, com a 29ª colocação.
 
Carolina Nationals - Uma queda nas quartas de final do Carolina Nationals, disputado em Rock Hill, na Carolina do Sul (EUA), pôs fim ao objetivo de Renato Rezende (GT Bicycles/Nissan/Shimano) de chegar às finais da competição norte-americana. "Foi uma prova muito bacana. Eu estava bem no primeiro dia, apesar de levar azar nos sorteios das raias de largada, que sempre me deixavam por fora. Mesmo assim, em três baterias, fiz quarto em uma e segundo nas outras duas, me classificando bem para as quartas. Porém, nesta etapa tive o azar de não conseguir desviar de um piloto argentino e com um tombo machuquei muito meu joelho, o que me impossibilitou de disputar o segundo dia", contou Rezende
 
Tour de Flanders - Assim como Renato Rezende, uma queda atrapalhou os planos da ciclista Flavia Oliveira (Specialized/Shimano) de buscar uma boa classificação final no Tour de Flanders, na Bélgica. Flavinha estava entre as melhores colocadas da competição, até que caiu nos momentos decisivos da prova e deixou a disputa pela vitória. Integrante da Lares-Waowdeals Women Cycling Team, a carioca completou em 65º lugar, a cinco minutos da campeã, a norte-americana Coryn Rivera.
 
Ladies Power - A Weber Shimano Ladies Power conquistou mais um grande resultado na temporada. Desta vez, o triunfo veio com a argentina Caterin Previley, que subiu no lugar mais alto do pódio no 2º Gran Premio Nuevos Caminos de Traslasierra, em Córdoba. Além da vitória de Caterin, a equipe demonstrou porque é uma das melhores do continente, garantindo todos os postos do top 5. Enquanto a chilena Aranza Villalón ficou em segundo, após uma fuga junto de Caterin, suas companheiras Maribel Aguirre, Antonella García e Cristina Greve completaram as cinco primeiras colocações.
 
Shimano Sports Team 2017 - Assim como diversas marcas do segmento esportivo, a Shimano apoiou e patrocinou inúmeros atletas com foco nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Terminada a Rio 2016, a marca japonesa continua apostando no fortalecimento do ciclismo no Brasil com a ampliação do número de atletas apoiados. São eles:
 
No MTB cross country, Wolfgang Soares e Sherman Trezza (Caloi Elite Team); Mario Veríssimo, Karen Olímpio, Kennedi Lago e Luiz Renato (Team OGGI/ISAPA); Rubens Donizete, Guilherme Muller e Mario Couto (Sense Factory Racing); Daniel Grossi e Isabella Lacerda (Team Groove); Ricardo Pscheidt e Adriana Nascimento (Trek Factory Racing); Jefferson Batista, João Pedro Firmeza e Danielle Moraes (AVA Project). No downhill, Lucas Borba (Audax); No ciclismo de estrada: Flavia Oliveira (Specialized) e Gideoni Monteiro (Indaiatuba/HTPro Nutrition/Força Aérea Brasileira); No BMX: Priscilla Stevaux (Caixa/Shimano) e Renato Rezende (Team Nissan). E, no triathlon: Laura Mira (Team OGGI/ISAPA); Clara Guimarães Carvalho (Sense Factory Racing); Sabrina Gobbo (Trek Factory Racing) e Reinaldo Colucci (SESI/Scott).
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook