Igor Amorrelli disputa o Ironman 70.3 Oceanside nesse sábado

E-mail Imprimir

Prova acontece na Califórnia (EUA) e terá um dos startlists mais fortes da temporada. Evento vale pontos no ranking mundial e serve de base para o Ironman Florianópolis / Foto: Romulo CruzProva acontece na Califórnia (EUA) e terá um dos startlists mais fortes da temporada. Evento vale pontos no ranking mundial e serve de base para o Ironman Florianópolis / Foto: Romulo Cruz

EUA - Após estrear na temporada 2017 com o terceiro lugar no Ironman 70.3 Buenos Aires em março, Igor Amorelli retorna as competições nesse sábado para o segundo desafio do ano no Ironman 70.3 Oceanside. A prova abre o calendário norte-americano de provas do Ironman e conta com um pelotão muito forte para encarar os 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida.
 
Além de Igor Amorelli, a prova atraiu nomes como os campeões mundiais Jan Frodeno (ALE), Andy Potts (EUA) e Lionel Sanders (CAN). “Sempre que der nós vamos participar das provas mais fortes do ano, pois serve como uma ótima preparação para as principais competições do ano que são Florianópolis e Kona. Competir nas provas mais fortes é fundamental para ter um alto nível competitivo e evoluir sempre”, comenta Igor.
 
Com aproximadamente três semanas de intervalo entre Buenos Aires e Oceanside, Igor aproveitou para corrigir alguns pontos nas três modalidades. “Desde Buenos Aires tivemos apenas três semanas para treinar e nesse período focamos mais na natação e na corrida, pois a ideia é começar a prova mais forte. Fizemos a manutenção no ciclismo e procuramos trabalhar o que ficou faltando em Buenos Aires”, explica.
 
Em 2012 Igor Amorelli competiu pela única vez em Oceanside terminando a prova na 13ª colocação. Na ocasião o título ficou com Andy Potts, que está confirmado para a edição desse ano. Inclusive, o trio de campeões mundiais tem dominado o evento desde então. Potts venceu em 2012 e 2013, Frodeno em 2014 e 2015 e no ano passado Lionel Sanders saiu com a vitória.
 
“Eu estive aqui em 2012 e foi uma prova bem fria. O ciclismo é muito bom, com algumas subidas, e a corrida também não é fácil. Uma prova dura, mas com uma boa condição climática”, ressalta Igor Amorelli. “Eu acredito que a natação vai ser mais embolada e pode ser que alguém se destaque, mas eu acho que no ciclismo o pelotão deve dar uma boa espalhada definindo os cinco primeiros possivelmente e aí define tudo na corrida”, finaliza.
 
A prova de Oceanside faz parte de um planejamento de eventos de Igor que começou em Buenos Aires e agora passa pelos Estados Unidos. Daqui três semanas, dia 23 de abril, será vez do Ironman 70.3 Palmas, na capital do Tocantins. Encerrando a programação, Igor participa do Ironman Florianópolis, dia 28 de maio, sua primeira prova com distância completa do ano – 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42km de corrida. Importante ressaltar que a prova em Santa Catarina vale vaga direta ao campeão para o mundial de Kona por se tratar de um evento continental.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Copa Brasil de Vela

Confira os melhores momentos da Copa Brasil 

 

 

 
Rip Curl Grom Search 2017

Maresias - Confira tudo o que rolou na grande final

Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook