Alunas da Escolinha de Triathlon representam o Brasil no Sul-Americano de jovens

Gabriele Lemes e Alice Forti Tinelli reforçam a equipe brasileira em uma das principais competições das categorias de base da modalidade / Foto: Flávio Perez/OnboardSportsGabriele Lemes e Alice Forti Tinelli reforçam a equipe brasileira em uma das principais competições das categorias de base da modalidade / Foto: Flávio Perez/OnboardSports

Uruguai - Pela segunda vez em apenas 2 anos de projeto, a Escolinha de Triathlon Formando Campeões enviará representantes para uma competição internacional de alto nível.
 
Depois de Maria Fernanda Tinelli integrar a seleção brasileira no Mundial de Aquathlon em 2016, Gabriele Lemes e Alice Forti Tinelli participam neste domingo (19) do Campeonato Sul-Americano de Jovens, em Montevidéo, Uruguai. As jovens triatletas, respectivamente campeã e vice na categoria 14 anos do Campeonato Brasileiro 2016, estão ansiosas pela oportunidade de defender as cores do Brasil e ainda trocar experiências com atletas de outros países. 
 
"É uma vivência única que certamente ajudará no nosso crescimento dentro do triathlon. Espero fazer uma boa natação, saindo com o primeiro pelotão ou próximo dele, manter um bom ritmo na bike e dar meu melhor na corrida para alcançar uma boa colocação", contou Gabrielle. A confiança também é um ponto forte de Alice. "Senti que melhorei muito nos últimos meses de treino. Espero fazer a melhor prova da minha vida e darei o meu melhor pra isso"
 
Desde maio de 2015, o Colégio da Polícia Militar do Paraná é a base do projeto, que recebe diariamente 35 alunos da rede pública de ensino, visando inseri-los em um dos esportes ao ar livre que mais vem se popularizando nos últimos tempos. As crianças contam com todos os equipamentos necessários e são treinadas por especialistas na modalidade. As atividades respeitam a grade escolar e faixa etária de cada atleta mirim.
 
"É um orgulho muito grande ver que os resultados estão aparecendo e que estamos no caminho certo atuando na formação dessa nova geração, que tem um potencial enorme. A evolução dessas meninas na modalidade tem sido impressionante e desde a convocação elas se mostraram extremamente comprometidas, treinaram duro, melhoraram seus tempos e por isso tenho certeza de que farão uma excelente prova", reforça o sargento Ricardo Cardoso Júnior, coordenador do projeto. 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook