Disputa por equipes: emoção a mais na Ilhabela Sailing Week

Brekelé, da Escola Naval / Foto: Marcos Méndez / SailStationBrekelé, da Escola Naval / Foto: Marcos Méndez / SailStation

São Paulo - A saudável rivalidade trazida à Ilhabela Sailing Week em 2014 pela inédita disputa por equipes, levou a organização a repetir o torneio neste ano, dando continuidade ao prêmio na 42ª edição da principal competição de vela oceânica da América Latina. A Marinha do Brasil tem a equipe a ser batida. Na primeira disputa, a "esquadra" da Escola Naval e do Colégio Naval formada pelos barcos Bijupirá, Breklé, Dourado e Quiricomba, demonstrou exímio entrosamento e levou para o Rio de Janeiro o Troféu Pen Duick II, de posse transitória. 

A idealização de um campeonato em conjunto, por equipes, com quatro embarcações cada, das classes RGS, IRC ou ORC, aproveitando-se as mesmas regatas do programa da Ilhabela Sailing Week, tem como objetivo fomentar a disputa entre os clubes náuticos do País. "É uma tentativa de se criar espírito competitivo entre os clubes para que se desafiem nas regatas", define o diretor de Vela do Yacht Club de Ilhabela (YCI), Carlos Eduardo Souza e Silva, o Kalu. 
 
"O resultado do ano passado mostra que uma equipe bem sucedida não é apenas um grupo de veleiros. Ganhou a Escola Naval, única que já funciona ha muito tempo como um time", reforça o diretor de Vela. "Em 2014 não fomos bem, mas temos treinado juntos em busca da evolução. Estou muito feliz com a disputa e aguardo que o Mussulo forme um segundo time do YCI", enfatiza Kalu, também comandante do Orson que formará o quarteto com os parceiros de 2014, Jazz e Fantasma, e com o novato HPE 30, Capatosta. 
 
Em defesa do título - Os quatro veleiros da vitoriosa campanha de 2014 estarão novamente na raia de Ilhabela para brigar pelo bicampeonato. "É uma vocação natural da Marinha alimentar o espírito de equipe. Foi uma vantagem nossa sobre os outros três times. Neste ano, estamos ainda mais bem preparados para a defesa do troféu de posse transitória", afirma Ricardo Lebreiro, o Riquinha, há 30 anos professor de vela na Escola Naval. "Esse tipo de disputa é muito comum nas regatas da Inglaterra. Foi uma ideia ótima do Yacht Club de Ilhabela", atesta o instrutor de 62 anos, que será novamente o tático da flotilha da Marinha. 
 
Além das equipes do YCI, a Marinha deverá enfrentar outros adversários experientes como equipes do Rio de Janeiro e de Santa Catarina. "Já contamos com os barcos Lucky V  e Santa Fé, ambos da ORC e IRC. Vamos completar o time com mais dois da classe RGS", destaca o comandante do Lucky V, Ralph Rosa, de Niterói. "Os tripulantes estão animados e confiantes. Esperamos demonstrar eficiência no mar e grande alegria em terra", conclui o velejador do Clube Naval Charitas (RJ). No comando do Magia Energisa, Lars Grael deverá formar equipe com Seu Tatá e mais barcos RGS.
 
O Iate Clube de Santa Catarina (ICSC) também espera levar sua flotilha à disputa por equipes. Viva Extraordinário, Catuana Kim e Itajaí Sailing Team aguardam um quarto parceiro para consolidar o time representante de Florianópolis, cidade que ainda terá o atual campeão da C30, Zeus Team e outros dois HPE 25: Força 12 e Xereta. O Troféu Pen Duick II é uma homenagem ao barco do navegador francês, Eric Tabarly, vencedor da Ostar, tradicional regata trabsatlântica, há 51 anos, em 1964. A prova em solitário parte da Inglaterra com destino aos Estados Unidos
 

Disputa por equipes em 2014

1.- Escola Naval (Bijupirá/Breklé/Dourado/Quiricomba) 
2.- Iate Clube de Santos (Lexus Chroma/Pi/Ciao/Sabá) 
3.- Charitas, de Niterói (Lucky V/Santa Fé V/Albatroz/Zeppa) 
4.- Yacht Club de Ilhabela (Orson/Fantasma/Kanibal/Jazz) 

 
Programação esportiva

- 3/07 (sexta-feira), 9 às 23h: Secretaria do Evento aberta
- 4/07 (sábado), 8 às 17h: Secretaria do Evento aberta
# 12 h: Regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil - Classes: ORC, IRC, S40, RGS Cruiser, Bra-RGS A e B
# 12h10: Regata Ilha de Toque-Toque por Boreste - Classes: C30, Bra-RGS C e Clássicos
- 6/07 (segunda-feira), 12h: Campeonato Brasileiro da classe C30 
- 7/07 (terça-feira), 12h: Campeonato Brasileiro da classe C30
- 8/07 (quarta-feira), 12h: Regatas para todas as classes 
- 9/07 (quinta-feira), 12h: Regatas para todas as classes 
# Após as regatas do dia: Premiação das regatas de percurso do dia 4/07
- 10/07 (sexta-feira), 12h: Regatas para todas as classes
- 11/07 (sábado), 12h: Regatas para todas as classes
# 20h: Premiação geral da 42ª ISW e demais campeonatos
 

Programação Cultural 

Praça das Bandeiras, na Vila
3/07 (sexta) - 20h - Abertura oficial - Banda de Fuzileiros Navais e Orquestra Popular de Ilhabela.
4/07 (sábado) - 22h - Paula Toller
5/07 (domingo) - 16h - Pequeno Cidadão (Antonio Pinto, Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra e Ticiana Barros acompanhados por seus filhos)
21h - Felipe Blues
6/07 (segunda) - 21h - Legião Urbana Cover
7/07 (terça) - 20h - Premiação Regata de Alcatrazes
21h - Helena Serena
8/07 (quarta) - 21h - Biquini Cavadão
9/07 (quinta) - 20h - 12ª Mostra de Dança da Fundaci
10/07 (sexta) - 20h - 12ª Mostra de Dança da Fundaci
11/07 (sábado) - 20h - Premiação final 42ª Ilhabela Sailing Week 
22h - Simoninha
12/07 (domingo) - 19h - Dani Mattos Quarteto
21h - Scalandrum Piazzola (grupo argentino de Jazz/Tango, com releitura de Astor Piazzola)
 
A abertura do evento será em 3 de julho, simultânea à Semana de Monotipos, e as regatas de oceano serão disputadas entre os dias 4 e 11, com sede no YCI. Estão convidadas as classes: ORC, IRC, BRA-RGS, RGS Cruiser, S40, Star, HPE 25, C30, Mini e Clássicos, além do retorno da Bico de Proa e da estreia da HPE 30. 

 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook