Catarinenses chegam forte para a Rolex Ilhabela Sailing Week

Kaikias / Foto: Aline Bassi / BalaioKaikias / Foto: Aline Bassi / Balaio

Ilhabela - A flotilha de Santa Catarina se consolida como uma das mais fortes do País na vela oceânica. Com investimento em tripulações, equipamentos e treinos, os mais de 10 barcos inscritos para a 40ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week, de 6 a 13 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI), podem ser incluídos entre os favoritos, principalmente nas classes ORC, C30 e RGS. O campeão pan-americano Matheus Dellagnelo, está entre os destaques catarinenses confirmados em Ilhabela.
 
"A flotilha de Santa Catarina é muito forte. Contamos com um calendário rico para todas as classes e temos um clube de muita qualidade o que contribui para a formação de velejadores muito bons. Acredito que em 2013 não será diferente das edições anteriores. Deveremos levar diversos barcos ao topo da classificação em todas as categorias", diz o velejador, que faz campanha olímpica na classe Laser. Matheus Dellagnelo será um dos integrantes do Kiron 3, comandado por Leonardo Guillermo Cal, na classe ORC. 
 
"Correr a Rolex Ilhabela Sailing Week é muito importante para qualquer velejador. Para mim, particularmente, é uma semana de muita diversão e aprendizado. É um tipo de regata diferente daquelas que estou acostumado a disputar com os monotipos da Laser. Um barco de oceano oferece mais opções de estratégia para se chegar à linha de chegada", afirma Matheus Dellagnelo. 
 
Para simular o maior evento náutico da América Latina, os catarinenses fizeram, mais uma vez, uma regata-teste nos dias 22 e 23 de junho, chamada de Pré-Ilhabela. "Na regata preparatória, em Florianópolis, o Bruxo deu um show na raia. Foram dois primeiros lugares. Nossa equipe treinou pesado para chegar bem na disputa da Classe RGS na Rolex Ilhabela Sailing Week", revela Ricardo Rinaldi, um dos tripulantes do Bruxo, comandado por Luiz Carlos Schaefer. O velejador utiliza o Diário de Bordo do site oficial www.risw.com.br para postar as novidades de sua equipe. Na saída de Florianópolis, o barco aproveitou o vento sul a favor para "subir" o Atlântico até Ilhabela. 
 
O Zeus Team, do comandante Inácio Vandresen, agora mudou de classe. Antes na ORC, o veleiro está inscrito neste ano para competir na categoria Carabelli 30 (C30), uma das mais ativas no País. "O Zeus sempre busca o primeiro lugar. No ano passado, fomos campeões na ORC 600 e ficamos em terceiro no resultado geral com o nosso outro barco, um Beneteau 40.7. Para 2013, nossa equipe se preparou velejando sempre que possível, desde que recebemos o novo modelo C30, em dezembro de 2012. A tripulação manteve a mesma base nos últimos cinco anos. Conhecemo-nos muito bem o que reforça o entrosamento a bordo", conta a tripulante Fipa Linhares, ansiosa pela participação do Zeus na Rolex Ilhabela Sailing Week. A Classe C30 terá mais três representantes de Santa Catarina: Corta Vento, Kaikias e Katana/Energia. 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook