Cariocas são favoritos em todas as classes da Rolex Ilhabela Sailing Week

O S40 dos Grael/ Foto: Rolex/Carlo BorlenghiO S40 dos Grael/ Foto: Rolex/Carlo Borlenghi

Ilhabela - O Rio de Janeiro terá mais de 30 equipes na 40ª edição da Rolex Ilhabela Sailing Week, de 6 a 13 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). Com uma flotilha que se mantém ativa, em competições disputadas ao longo de todos os meses do ano, os velejadores locais escolheram, como sempre, o maior evento náutico da América Latina para mostrar potencial e rever os amigos de todo o País. 
 
Os cariocas, ou melhor, os fluminenses, pois também estão inscritas equipes de Niterói, sempre entram na raia para vencer. Nomes como Torben Grael, Lars Grael e Roberto Martins, por exemplo, são referências internacionais na modalidade e mais uma vez estarão em Ilhabela.
 
"A Rolex Ilhabela Sailing Week é a maior regata de oceano do calendário nacional. O evento ocorre em um lugar charmoso e agradável, com regatas difíceis e sempre imprevisíveis", diz Torben Grael, dono de cinco medalhas olímpicas e vários títulos na vela oceânica, como a Volvo Ocean Race e a própria Rolex Ilhabela Sailing Week. 
 
Torben Grael estará no comando do Energisa na classe S40, uma das mais profissionais da modalidade. "Motiva participar de uma grande regata em um lugar maravilhoso e que respira vela durante esta semana especial".
 
Do S40 à classe ORC - A classe S40 também vai contar com o veleiro Carioca, levando a bordo a experiência de André Mirsky, um dos principais velejadores de oceano no Brasil. "Minhas melhores lembranças de vela são de Ilhabela, não apenas pelas regatas, mas pelo clima que envolve a cidade no período. Espero que, para a edição de 2013, tenhamos excelentes dias de velejada na Ponta das Canas e alguns dias de mau tempo, trazendo o vento que deixa as regatas mais duras e suadas. Não queremos mar de almirante todos os dias", projeta Mirsky, assíduo em Ilhabela desde 1988. 
 
"A vela no Rio de Janeiro é uma das mais fortes no País e a classe ORC se mantém em plena atividade nos eventos realizados por lá", destaca Carlos Eduardo Souza e Silva, diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela (YCI) e comandante do Orson/Mapfre, inscrito na ORC. "Os fluminenses vão elevar ainda mais o nível da disputa, assim como os competidores estrangeiros".
 
O Samurai NI montou uma equipe de ‘amadores’ para medir forças com os mais experientes. "Nós vamos correr a Rolex Ilhabela Sailing Week por diversão, mesmo assim treinamos com o novo barco para disputarmos o melhor evento da América Latina na Classe ORC", relata o comandante Ian Muniz, do Iate Clube do Rio de Janeiro. 
 
Outro representante da ORC é o Maestrale. "O objetivo para a Rolex Ilhabela Sailing Week é superar o desafio de regatas disputadas em excelente raia e sob variadas condições de vento e de concorrente. Nossa preparação teve planejamento e arranjos logísticos, desde março, aliada à formação de uma equipe sincronizada e bem treinada", afirma Adalberto Casaes, comandante do Maestrale e Almirante da Marinha do Brasil. "É uma competição tradicional e muito bem organizada. Estar na raia já é compensador, mas uma vitória é, sem dúvida, o prêmio máximo".
 
A sempre presente Marinha do Brasil terá o Grêmio da Escola Naval do Rio de Janeiro representado na Rolex Ilhabela Sailing Week por oito barcos: Albatroz (RGS), Alifa (HPE), Atik (HPE), Bijupira (ORC), Brekelé (RGS), Dourado (ORC) e Quiricomba (RGS).
 
A turma de Niterói - Além dos barcos dos tradicionais clubes da Cidade Maravilhosa, partem do outro lado da Baia de Guanabara rumo à Ilhabela, veleiros de entidades que fazem parte da história da vela brasileira, como o Clube Naval Charitas e o Rio Yacht Club (RYC), do ilustre associado Torben Grael. O RYC, fundado em 1914, é o segundo mais antigo do País e abriga sete das 17 medalhas olímpicas conquistadas no iatismo. 
 
O Santa Fé V (ORC) é um dos representantes de Niterói. "Vamos praticar o esporte que gostamos e tentar vencer. Mas, acima de tudo, a ideia é de apreender muito. Procuramos nos preparar da melhor forma possível dentro das possibilidades e disponibilidades individuais. A Rolex Ilhabela Sailing Week reúne os melhores velejadores, o que nos proporciona valioso aprendizado", avalia o comandante Nelson Avila Thomé Júnior, do Clube Naval Charitas.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook