Sesi-SP disputa Finkel de olho nos índices para Mundial de Hangzhou

Competição acontece de 24 a 28 de agosto na piscina do Esporte Clube Pinheiros / Foto: Helcio Nagamine/FiespCompetição acontece de 24 a 28 de agosto na piscina do Esporte Clube Pinheiros / Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

São Paulo - De olho no Mundial de Hangzhou, na China, a equipe de natação do Sesi-SP segue focada para a disputa do Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu José Finkel, que começa nesta sexta-feira (24) e vai até a próxima terça-feira, dia 28, na piscina do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo.
 
O time, composto por 14 atletas, conta com nomes de peso da seleção brasileira. Além do técnico Fernando Vanzella, as nadadoras Etiene Medeiros e Daynara de Paula e os nadadores Henrique e Raphael Rodrigues são peças fundamentais da equipe. Entre os mais jovens, Clarissa Rodrigues, Sabrina Todão e Matheus Gonche são alguns dos destaques das seleções juvenis e júnior.
 
Para Vanzella, a competição servirá como um momento importante para a evolução de resultados. Mesmo com as chances de índices para o Mundial de Piscina Curta na China, o técnico visa, além das possíveis conquistas das vagas, o bom desenvolvimento e aproveitamento no Finkel para assim conquistar outros objetivos da temporada.
 
"O Finkel aparece hoje como a segunda competição mais importante no calendário nacional, e nós, do Sesi-SP, estamos colocando uma importância muito grande nesse campeonato. Além de ser a única seletiva para o mundial de piscina curta, a gente vem com a equipe toda bem preparada para buscar primeiro os melhores resultados e crescimento individual, e com essa evolução figurar nas finais e brigar para conquistar as vagas", comentou Vanzella.
Diferentemente dos outros anos, em que os nadadores tinham mais oportunidades para fazer um índice, onde valia tanto o tempo obtido na fase eliminatória quanto nas finais, neste ano só o resultado da final vale, deixando a disputa ainda mais acirrada.
 
"Eu acho legal porque você prepara o nadador para dar o resultado naquele momento especifico. Isso é o que se espera do atleta quando ele vai para um evento internacional, numa final e na disputa de medalha. Claro que ao mesmo tempo é uma pressão muito maior para ele administrar, mas acho importante para o crescimento", explicou o técnico, que ainda ressaltou algumas expectativas da equipe.
 
"O índice foi estabelecido num critério muito elevado, será o terceiro melhor tempo do último Mundial, o que dificulta, porém quem fizer o índice está credenciado para disputar uma final e até mesmo uma medalha. Temos as nossas expectativas com a equipe. Dentro desse cenário, vemos a Etiene Medeiros, que briga para seguir defendendo seu título mundial. A Daynara, que pela experiência, pela temporada que vem fazendo, acredito que tem grandes chances. E o Raphael também, que vem fazendo uma progressão desde que chegou aqui no Sesi-SP", finalizou. 
 
As provas de eliminação têm início às 9h30, e as finais são disputadas a partir das 17h30.
 

Veja Também: 

 

 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook