Nadadora Pãmela Alencar bate recorde de 8 anos nos 200 peito

Quatro meses após se transferir para o clube Pinheiros, nadadora vence prova com 2:29.73 / Foto: DivulgaçãoQuatro meses após se transferir para o clube Pinheiros, nadadora vence prova com 2:29.73 / Foto: Divulgação

São Paulo - A maior nadadora de peito do Brasil, Pãmela Alencar, bateu recorde de 8 anos nos 200m peito. Ela nadou abaixo de 2:30 da prova neste sábado(16), na tomada de tempo no Clube Pinheiros, que contou também com convidados de outros clubes.
 
Foi um alívio para a atleta, que já havia nadado na casa dos 2:30 quatro vezes desde 2013. Neste sábado, ela venceu a prova com 2:29.73 em uma disputa acirrada com a argentina Julia Sebastian, sua maior adversária. As duas alternaram na liderança, mas Pãmela acelerou ainda mais na última parcial e ultrapassou a argentina, fechando a prova com perfeição. 
 
"Não consigo nem descrever a sensação, eu fiquei muito leve e feliz", conta Pãmela.
 
A marca atingida pela atleta é a melhor dos 200 peito feminino brasileiro na Era pós-trajes. Apenas duas nadadoras, Carolina Mussi e Tatiane Sakemi nadaram abaixo de 2:30 em 2009. 
 
Pãmela se transferiu para o Clube Pinheiros no início do ano para iniciar um novo ciclo olímpico, com foco em Tóquio 2020 e traçando novos objetivos. Após derrubar essa barreira, sua próxima competição é o Maria Lenk, que será entre os dias 02 e 06 de maio.
 
"A meta é diminuir ainda mais no Maria Lenk, porque eu vou estar mais descansada", finalizou.
 
Vale ressaltar que Pãmela é líder do ranking brasileiro nos 200m peito feminino desde 2013.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook