Ucrânia, Japão e Itália se garantem na Rio 2016

Apresentação das italianas / Foto: Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDAApresentação das italianas / Foto: Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDA

Rio de Janeiro - Lágrimas de alegria e decepção no último dia do Pré-Olímpico de nado sincronizado, Evento-Teste do Rio de Janeiro, neste domingo, 6/03. A modalidade começa a ganhar forma para a primeira Olimpíada na América do Sul. 
 
As três últimas equipes que completam o time de oito que concorrerão ao pódio olímpico foram definidas: Ucrânia (classificação inédita em equipe), Japão e Itália. As cinco anteriormente classificadas são Brasil, Rússia, China, Austrália e Egito. A ausência mais sentida nas Olimpíadas 2016 será a da equipe da Espanha, medalhista nas duas últimas edições - prata em Pequim e bronze em Londres - e que terminou em quinto no Pré-Olímpico do Rio. 
 
Como toda equipe classificada garante também o dueto, a Itália garantiu o seu na prova de equipes, com a terceira colocação. Os dois primeiros - Ucrânia e Japão - já estavam entre as oito duplas que haviam carimbado o passaporte antes do Pré-Olímpico: Brasil, Rússia, China, Austrália, Egito, Ucrânia, Japão e Canadá.
 
Na disputa de rotinas livres, duas disputas bem acirradas. Uma pelo título, entre ucranianas e japonesas, e a outra pela última vaga olímpica, com italianas e canadenses palmo a palmo. No final, o coração italiano foi mais forte, com o tema "The Season of Hearth" superando os guardiães da Terra do Canadá, "Fire and Ice - Guardians of the Earth". As italianas marcaram 92,0667 na rotina livre contra 91,9000 das canadenses que nadaram a seguir. No total, com a soma da rotina técnica disputada na véspera, vitória italiana de 181,7487 contra 181,0348 pontos. 
 
"Adoramos a cidade, o povo, a piscina, a organização, tudo belíssimo, estou contentíssima, tudo íssimo, grande, grandioso. Este foi um resultado histórico porque éramos um time menos forte e ainda assim conseguimos a vaga. E é importante competir na arena olímpica, conhecer os espaços, os pontos, foi ótimo", disse a italiana Sara Sgarzi.
 
Nos pódios de cima, a música clássica da Ucrânia, "Natsnaker", de Tchaikovsky, perdeu para o o tema japonês "Amaterasu" (música original: Shiny Rising Sun), mas no total geral, com a nota da rotina técnica, as ucranians ficaram com a medalha de ouro do Pré-Olímpico e vibraram demais. As japonesas marcaram 94,6333, totalizando 186,7330, e as ucranianas 94,5000 (total: 186,7655).
 
"Estamos muito felizes. Conseguir pela primeira vez a vaga na prova de equipe dos Jogos Olímpicos e chegando em primeiro lugar no Torneio qualificatório pros Jogos foi demais. Estamos emocionadas", afirmou Kateryna Sadurska. Sua companheira, Olena Grechykhina agradeceu o público brasileiro, "tão amável. E, apesar de estamos acostumadas com piscina fechada, gostamos daqui, estamos amando tudo". 
 
Faltando somente a repescagem do dueto, a partir das 15h deste domingo, os 20 duetos já classificados para os Jogos Rio 2016 são Brasil, Rússia, China, Austrália, Egito, Ucrânia, Japão, Canadá, Espanha, Itália, França, Grécia, México, Áustria, EUA, Suíça, República Tcheca, Cazaquistão, Colômbia e Israel. Na repescagem, oito países estarão na disputa pelas quatro últimas vagas. A ordem de classificação deles na rotina técnica de sábado foi esta: Argentina, Eslováquia, Grã-Bretanha, Bielorrússia, Hungria, Uzbequistão, Turquia e Aruba. Na prova de logo mais, eles disputam a rotina livre novamente na seguinte ordem: Turquia, Grâ-Bretanha, Argentina, Aruba, Eslováquia, Bielorrússia, Uzbequistão e Hungria.
 
Sabor olímpico - Ao final da prova de equipe, o dueto brasileiro, formado por Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci, apresentou sua rotina livre, com o tema "Amazônia", e logo depois falaram sobre o evento. "Foi uma grande experiência, embora sabemos que nas Olimpíadas, o público será bem maior. Aconteceu tudo direitinho, o necessário pra gente, com a piscina e o som, tudo bem. Estamos ansiosas pela chegada dos Jogos, e estamos evoluindo desde o Mundial, e vamos fazer tudo pra melhorar ainda mais até os Jogos, teremos o Sul-Americano agora em março, e estamos treinando muito forte, em média oito horas por dia, com o objetivo de chegar à final olímpica", disse Duda.
 
Já Luisa falou mais sobre o público. "Gostei da energia do público, deu pra sentir o público todo torcendo pra gente num Evento-teste em casa, e isto dá um "feedback do que precisamos melhorar até os Jogos, e representar o país dentro de casa nos dá um orgulho danado".
 
Países participantes do Evento Teste de Nado Sincronizado
 
Argentina, Áustria, Aruba, Bielorrússia, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Costa Rica, Coreia, Eslováquia, Espanha, EUA, França, Grã-Bretanha, Grécia, Hungria, Israel, Itália, Japão, México, Peru, República Tcheca, Suíça, Turquia, Ucrânia, Uzbequistão, Venezuela.
 
Resultados:
 
Dia 05/03 (nota de rotina técnica de equipe)
 
Ucrânia - 92,2855
Japão - 92,0997
Itália - 89,6820
Canadá - 89,1348
Espanha - 88,8637
França - 85,4794
Chile - 72,3525
 
Dia 06/03 (notas de rotina livre / nota geral)
 
Ucrânia - 94,5000 / 186,7855
Japão - 94,6333 / 186,7330
Itália - 92,0667 / 181,7487
Canadá - 91,9000 / 181,0348 
Espanha - 90,0333 / 178,8970
França - 86,6667 / 172,1461
Chile - 72,7333 / 145,0858
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook