Poliana Okimoto entra para o Hall da Fama da maratona aquática

Ex-nadadora participou de cerimônia em Londres no último fim de semana / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COBEx-nadadora participou de cerimônia em Londres no último fim de semana / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COB

São Paulo - Pioneira na maratona aquática mundial, Poliana Okimoto marcou seu nome na história mais uma vez. No último sábado, dia 31, em Londres, na Inglaterra, a ex-nadadora entrou para o International Marathon Open Water Swimming Hall of Fame. Ela é a primeira mulher brasileira a fazer parte do Hall da Fama.
 
“É um reconhecimento que estou tendo. Tantos anos de luta, títulos e derrotas. O pioneirismo foi super importante para a modalidade no Brasil. É um reconhecimento da minha carreira e da maratona aquática no Brasil”, disse a ex-nadadora na premiação.
 
Aposentada no fim de 2017, Poliana continua dando suas braçadas e criou sua equipe de natação e maratona aquática junto do seu marido e treinador durante anos, Ricardo Cintra.
 
“Continuo nadando, é o que eu gosto de fazer. Sem aquela rotina maluca de treinos para competições e tudo mais, mas não consigo ficar longe de onde estive minha vida toda”, completou.
 
Ao lado de Poliana e de seu marido, Ricardo Cintra, o supervisor de maratonas aquáticas da CBDA, Ricardo Ratto, esteve presente na cerimônia e entregou a condecoração à ex-nadadora.
 
Além de Poliana e do próprio Ricardo Ratto, Abílio Couto e Igor Souza fazem parte do International Marathon Open Water Swimming Hall of Fame.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook