Hugo Calderano termina entre os quatro melhores no Aberto da Hungria

Brasileiro parou no chinês Fan Zhendong, número 2 do ranking mundial, em confronto bem equilibrado / Foto: DivulgaçãoBrasileiro parou no chinês Fan Zhendong, número 2 do ranking mundial, em confronto bem equilibrado / Foto: Divulgação

Hungria - O mesa-tenista Hugo Calderano teve mais um expressivo resultado internacional nesta semana. O brasileiro, 17º colocado no ranking mundial, terminou no último sábado, dia 20 de janeiro, sua participação no Aberto da Hungria de Tênis de Mesa, entre os quatro melhores. Semifinalista, Calderano só foi parado por um dos melhores atletas da atualidade: Fan Zhendong, número 2 do ranking, derrotou o brasileiro por 4 a 1 (8/11, 11/9, 7/11, 8/11 e 5/11), em jogo bem equilibrado.
 
Mais cedo, Calderano bateu o alemão Patrick Franziska, 43º lugar no ranking mundial, por 4 sets a 2 (8/11, 11/7, 11/7, 11/13, 11/9 e 11/7), em jogo válido pelas quartas de final. Além do alemão, o brasileiro bateu Chia-Hung Sun e Cheng-Ting Liao, ambos de Taiwan, nas fases anteriores do torneio.
 
O jogo - O brasileiro fez jogo duro em quase todos os sets. O primeiro foi bastante equilibrado, com o chinês mantendo uma distância pequena no placar durante todo o período. Mas no segundo set, Calderano mostrou concentração extrema, desequilibrando totalmente o adversário. Chegou a abrir três pontos de vantagem no final do set, quase permitiu o empate, mas fechou em 11 a 9 após o pedido de tempo.
 
No terceiro set, Calderano começou pontuando e teve de enfrentar um chinês com golpes muito agressivos. Zhendong virou para 6 a 1. O brasileiro reagiu, mas não teve forças para virar, perdendo por 11 a 7.
 
Calderano voltou a dominar a mesa no quarto set. Manteve o confronto equilibrado, sempre na frente do placar por um ponto ou empatado, até 8 a 8. Mas, no momento decisivo, acabou valendo o melhor jogo do chinês.
 
No quinto set, Calderano se desconcentrou. Zhendong chegou a abrir 9 a 1 no marcador. O brasileiro ainda teve uma pequena reação, mas insuficiente para seguir na partida.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook