Serviços

Maratona do Rio: como cuidar do coração

Nesta segunda, dia 14 de agosto, é comemorado o Dia do Cardiologista / Foto: DivulgaçãoNesta segunda, dia 14 de agosto, é comemorado o Dia do Cardiologista / Foto: Divulgação

Rio de Janeiro - Nesta segunda, dia 14 de agosto, é comemorado o Dia do Cardiologista. Pensando nos apaixonados por corrida e nos que buscam uma vida mais saudável, a Maratona do Rio convidou a cardiologista do Time de Especialistas, Fabiula Schwartz, para falar de como cuidar do coração. Dá uma olhada! Seu coração será o maior beneficiado.
 
Saiba que...
- O sedentarismo é considerado a maior ameaça à saúde no século XXI
- O baixo condicionamento físico está associado à ocorrência de doenças cardiovasculares
- Infarto, AVC (derrame) são exemplos de doenças cardiovasculares – a maior causa de morte no Brasil e no mundo
 
Exercícios, mesmo leves... trazem benefício para a saúde! 
 
E a corrida?
- Promove melhora do condicionamento físico
- Reduz a mortalidade por doenças cardiovasculares e por todas as causas (mesmo aquele trotezinho leve!)
- Ajuda a controlar o peso
- Ajuda a prevenir diabetes tipo 2, pressão alta, alterações do colesterol, infarto e AVC
- Ajuda a prevenir também hipertrofia benigna da próstata, doenças respiratórias, câncer, artrose e até a cirurgia do quadril.
- Melhora o humor, previne e auxilia no tratamento a depressão, estimula a interação social
- Melhora a qualidade do sono, aumenta a disposição, a energia no dia-a-dia, a confiança e a autoestima e, com isso, pode dar um up na vida sexual
 
A corrida promete te dar mais anos de vida com mais saúde e qualidade de vida. Correr pode ser divertido e ainda te trazer amigos!
 
 A. (  )  Ok... Ok... Quero começar a correr!
 B. (  ) Já corro. E quero correr mais!
  
Preciso ir ao médico? - Em geral, correr é melhor para a saúde e mais seguro que ficar no sofá! Mas... problemas cardíacos são responsáveis por mais de 90% das mortes súbitas durante o exercício físico!
 
Você precisa de avaliação médica se:
 
- é homem com mais de 35 anos ou mulher com mais de 45 anos; ou
- tem algum familiar com histórico de cardiopatia ou morte súbita; ou
- é portador de algum problema de saúde ou doença crônica; ou
- sente ou já sentiu tonteira ou dor no peito ou teve desmaio; ou
- tem algum problema ósseo, articular ou muscular; ou
- sente algum outro sintoma.
 
SIM - Você deve priorizar avaliação médica individualizada e especializada para correr com segurança.
 
NÃO - Provavelmente você tem baixíssimo risco para a prática da corrida. A avaliação médica é importante, mas não deve atrasar o início dos seus treinos.
 
A avaliação médica para competições deve ser feita por cardiologista ou médico do esporte, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.
 
Ah! Não há idade para começar! Nem para parar!
 
E aí? Vai correr que prova na próxima Maratona do Rio? Prepare seu coração e planeje com seu treinador... Serão muitas emoções!
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook